Home»COVID-19»WTTC: Sector de viagens e turismo será fundamental para a recuperação económica de Portugal

WTTC: Sector de viagens e turismo será fundamental para a recuperação económica de Portugal

O Conselho Mundial de Viagens e Turismo lança hoje um novo relatório que indica que as viagens e turismo sustentaram mais de 900 mil empregos no último ano, ou seja, 18,6% da força de trabalho total do país. Os principais turistas são do Reino Unido, Espanha, França e Alemanha.

Pinterest Google+
PUB

Um novo relatório do Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC) revela a contribuição crítica da área de viagens e turismo para o PIB de Portugal, a crescer continuamente nos últimos anos, e que este setor será vital para a recuperação económica do país pós-pandemia provocada pela Covid-19, revela esta organização em comunicado. A publicação do WTTC, que representa o setor privado global de Viagens e Turismo, no seu Relatório Anual de Impacto Económico (EIR), mostra a importância do papel do setor na condução da economia portuguesa.

 

De acordo com o EIR 2020, durante 2019, as viagens e turismo sustentaram mais de 900 mil empregos, ou seja, 18,6% da força de trabalho total do país. Também gerou € 34,6BN ao PIB, ou 16,5% para a economia portuguesa, crescendo 4,2% em relação ao ano anterior, superando o crescimento da economia geral pelo quinto ano consecutivo. O relatório abrangente mostra que esse crescimento superou o crescimento geral do PIB quase três vezes em 2019, que cresceu apenas 1,6% no mesmo ano.

 

O relatório WTTC EIR também mostrou que os gastos com visitantes internacionais totalizaram uns impressionantes 21,6 mil milhões de euros, representando quase um quarto (23,5%) do total de exportações de Portugal. Este crescimento contínuo do setor de viagens e turismo em Portugal vem na sequência da estratégia de turismo levada a cabo, que resultou num forte crescimento de visitantes de mercados não tradicionais, como EUA, Canadá, China e Brasil. Isso também resultou em vários prémios, incluindo o de “Melhor destino turístico da Europa” por três anos consecutivos.

 

VEJA TAMBÉM: LISBOA É A 2.ª CIDADE DO MUNDO MAIS REQUISITADA PARA CONGRESSOS INTERNACIONAIS

 

Gloria Guevara, presidente e CEO do WTTC, disse: «O Relatório de Impacto Económico (EIR) de 2020 do WTTC mostra quão fundamental o setor de viagens e turismo foi no ano passado para a economia portuguesa, apoiando mais de 900 mil empregos, o que equivale a quase um quinto do número total de pessoas empregadas. A ambiciosa estratégia de turismo do governo, como resultado de uma colaboração público-privada bem-sucedida, está obtendo resultados fantásticos e um crescimento impressionante no seu setor de viagens e turismo».

 

E acrescenta: «O Governo português defende o setor há muitos anos e esse crescimento robusto no país seguiu várias novas políticas, como estender a temporada além do verão e o seu foco nas comunidades locais, que tiveram uma melhor integração entre moradores e turistas». Assim sendo, «a nossa análise sublinha a importância do setor de viagens e turismo para impulsionar a recuperação da economia portuguesa, gerar novos empregos e atrair visitantes de volta ao país. Isso terá um efeito dominó económico positivo em fornecedores grandes e pequenos em todo o setor».

 

O relatório adianta também que é crucial que todos os governos ajudem a proteger este setor – a espinha dorsal da economia global – que está atualmente numa luta pela sobrevivência, com mais de 100 milhões de perdas de empregos em todo o mundo. O EIR do WTTC revelou que Espanha e Reino Unido representaram 14% de todos os visitantes de Portugal durante 2019, com França a atingir os 12%. Os visitantes da Alemanha representaram 11% de todos os viajantes.

 

VEJA TAMBÉM: PARQUES DE SINTRA REABRE PARQUES E MONUMENTOS COM NOVAS MEDIDAS SANITÁRIAS E ENTRADAS GRATUITAS

 

O relatório também mostrou que em Portugal os gastos com lazer excederam os gastos com negócios em quase seis para um, representando 85% do total, e os gastos internacionais com 70%, em comparação com 30% no mercado interno.

 

A nível global, o setor de viagens e turismo superou a taxa de crescimento de 2,5% do PIB global pelo nono ano consecutivo, graças a uma taxa de crescimento anual de 3,5% do PIB. Isso o tornou o terceiro setor mais alto da economia global em termos de crescimento do PIB. O EIR mostra o setor apoiando um em cada 10 empregos (330 milhões), contribuindo com 10,3% para o PIB global e gerando um em cada quatro de todos os novos empregos.

 

Uma análise do WTTC mostra que a Ásia-Pacífico é a região com melhor desempenho em todo o mundo, com uma taxa de crescimento de 5,5%, seguida pelo Oriente Médio com 5,3%. Os EUA e a UE demonstraram uma taxa de crescimento de 2,3%. O relatório EIR Portugal do WTTC para 2020 está disponível aqui.

Artigo anterior

Covid-19: Estudo conclui que a terapia com plasma é segura com melhoria em 76% dos pacientes

Próximo artigo

Oeiras junta mais de 120 expositores em mercado online