Home»LAZER»DICAS & VIAGENS»Westminster foi invadida por Corgis gigantes

Westminster foi invadida por Corgis gigantes

Os visitantes podem encontrar 19 cães gigantes em toda a cidade durante os meses de junho e julho.

Pinterest Google+
PUB

No âmbito das celebrações dos 70 anos de Isabel II no trono britânico, decorrem inúmeras iniciativas no Reino Unido, sendo uma delas dedicada à sua raça preferida.

 

Westminster foi invadida por Corgis como parte das celebrações do Jubileu de Platina da Rainha.

 

A instalação “The Queen & Her Corgis” compreende 19 Corgis gigantes, cada um decorado por um artista diferente, e celebra a criadora de Corgi mais famosa do mundo.

 

VEJA TMBÉM: TER UM CÃO MUDA A NOSSA VIDA

 

A rainha Isabel II é bem conhecida pelo seu amor por cães, e os Corgis tornaram-se num símbolo reconhecido de seu reinado de 70 anos.

 

Neste período, a Sua Majestade possuiu mais de 30 Corgis, que viajaram consigo de barco, helicóptero, carro, avião e comboio, sentaram-se ao seu lado para fotografias e anunciaram sua chegada.

 

Existem duas raças, o Welsh Corgi Cardigan e o Welsh Corgi Pembroke, sendo este último o preferido de Isabel II.

 

Cada escultura tem o nome de um dos seus Corgis: Dookie, o primeiro Corgi da família real; Susan, oferecido à rainha no seu 18.º aniversário; ou Muick, que tem o nome do seu local favorito em Balmoral.

 

Também podemos encontrar Whisky, Monty, Holly, Sugar, Sherry, Emma, Crackers e Carol, entre muitos outros.

 

Os 19 cães estão espalhados pelo centro de Londres, de Victoria a Aldwych, num Corgi Trail, até ao final de julho. No outono, serão leiloados com um fim solidário.

 

 

Artigo anterior

Factos nutricionais do tomate (ou porque o deve incluir sempre na dieta)

Próximo artigo

Afinal o sushi é ou não saudável?