Home»VIDA»CARREIRA»Voz: 38% do seu impacto inicial

Voz: 38% do seu impacto inicial

A forma como fala transmite muito mais aos seus interlocutores do que o conteúdo das próprias palavras. Neste Dia Mundial da Voz, saiba como potenciar o valor do que diz.

Pinterest Google+

A forma como fala transmite muito mais aos seus interlocutores do que as ‘próprias palavras’. Com isto não quero dizer que o conteúdo do seu discurso não seja importante, aliás, ele é muito importante, mas terá um maior ou menor impacto na sua audiência dependendo da forma como o diz.

 

Assim, as caraterísticas da voz que podem marcar a diferença no seu impacto inicial são:

– Som: O quanto alto ou baixo fala e o grau em que varia o som, transmite a sua autoconfiança e capacidade de atracão.

– Velocidade: Dependendo do contexto, se falar muito depressa pode passar, pela positiva, como uma pessoa muito entusiasta ou, pela negativa, como uma pessoa muito nervosa e inquieta. Por outro lado, quem fala muito devagar pode passar imagem de uma pessoa pensativa ou pedante.

– Tom: Este fator é muito óbvio para os seus interlocutores.  Em instantes pode passar mensagens desde confiança, personalidade e estado de espírito. Tenha cuidado com os tons que parecem assertivos, mas que na realidade são agressivos.

– Sotaque: um sotaque bem marcado é aceitável sempre e quando seja compreensível.

 

VEJA TAMBÉM: A MAIORIA DOS PORTUGUESES GOSTA DA SUA VOZ

 

Como “soa” a sua voz?

Já experimentou ouvir a sua voz num vídeo? Gostou? O que achou de diferente?

Provavelmente achou-a muito diferente, a razão é porque nós temos a vantagem de ouvir-nos com som quadra-fónico. Quer dizer, todo o ruído que sai das nossas cordas vogais salta internamente criando maior ressonância do que quando projetado ao exterior. Ouvir-se a si próprio num vídeo revela o que realmente está a projetar aos outros e pode ser utilizado como uma ferramenta poderosa para obter as pistas necessárias para melhorar.

 

Problemas comuns da voz e soluções 

O problema mais comum da voz é soar monocórdico e para isso podemos aplicar: energia, entusiasmo e expressão.

O tipo de tom monocórdico é o resultado de personalidades rígidas e/ou muito introvertidas que desde muito cedo foram encorajadas a não ficar muito exaltadas. Pessoas de negócios com frequência desenvolvem vozes monocórdicas a partir de uma conceção errada de que quanto mais controlado soem e se comportem, mais profissional parecerão.

Artigo anterior

Partilham, reparam e reutilizam: jovens adultos apostam no consumo colaborativo

Próximo artigo

Porque falamos dos outros? A ciência explica