Home»GLAMOUR»MODA»Vogue critica bloguers

Vogue critica bloguers

A revista é considerada, por muitos, como a bíblia da moda, mas a nova era das tecnologias parece estar a passar-lhe a perna.

Pinterest Google+
PUB

Num editorial conjunto sobre a Semana de Moda de Milão, que decorreu de 21 a 27 de setembro na cidade italiana, quatro jornalistas da ‘Vogue’ americana criticaram as bloguers de moda, apelidando-as de «patéticas» e pediram que se dedicassem a outro tipo de negócio.

 

A diretora criativa digital Sally Cantor, a chefe da secção de comentários Sara Mower, a especialista em desfiles Nicole Phelps e a editora de notícias online Alessandra Codinha são as quatro jornalistas da ‘Vogue’ que condenaram o estilo de rua das ‘digital influencers’: «Voltem para os anúncios dos ‘Werther’s Originals’ (uma marca  de doces)», dizem no editorial.

 

Veja a galeria: Malas para a nova estação

As jornalistas da chamada ‘bíblica da moda’ criticam também as mudanças frequentes de roupa destas fashionistas. «Mudam de roupa dos pés à cabeça de hora a hora: por favor, parem. Procurem outro tipo de negócio. Estão a anunciar a morte da moda».

 

Mas as bloguers logo ripostaram: «A única coisa patética aqui é o vosso artigo ciumento, hipócrita e mal-intencionado. Vocês são o tipo de pessoas que deram ao mundo da moda uma reputação de frieza, inóspita e implacável. Felizmente esses tempos estão a mudar. Uma instituição como a Vogue devia respeitar os jovens empresários em vez deos menosprezar», responde a bloguer Shea Marie, que tem um milhão de seguidores no Instagram, à publicação, de acordo com as citações divulgadas pelo ‘El País’.

 

Veja a galeria: Uma tatuagem, uma história

Em contrapartida, até agora, a relação da ‘Vogue’ com as bloggers era totalmente diferente. Chiara Ferragni, autora do blog ‘The Blond Salad’, tornou-se numa empresária de sucesso graças ao seu blog. A jovem de 29 anos fez do blog uma empresa de 6,76  milhões de euros por ano e atualmente emprega 14 pessoas na sua equipa. A italiana ocupou, inclusive, a capa de abril 2015 da ‘Vogue Espanha’.

 

Nos últimos anos, a febre dos blogs cresceu a olhos vistos e são muitas as pessoas que atualmente vivem destas plataformas e são seguidos por milhares de pessoas nas várias redes sociais.

Artigo anterior

Hotéis portugueses concorrem a recorde do Guinness

Próximo artigo

Medo de envelhecer reduz esperança média de vida