Home»LAZER»DICAS & VIAGENS»Vizela lança solução de turismo inovadora com realidade aumentada

Vizela lança solução de turismo inovadora com realidade aumentada

A aplicação móvel Avicella é a primeira do país a incluir todo o roteiro de uma cidade numa solução digital, promovendo a autonomia dos turistas. A nova ferramenta permite aos visitantes marcarem encontro, a qualquer hora, com figuras históricas que falam sobre a história, monumentos e tradições locais nos principais pontos turísticos da cidade.

Pinterest Google+

O município de Vizela acaba de lançar uma aplicação móvel que permite fazer uma visita guiada pelos principais prontos turísticos da cidade com recurso à realidade aumentada. A solução é inovadora no sentido em que é a primeira a incluir todos os pontos turísticos de um local num único roteiro digital, promovendo desta forma a autonomia dos turistas que visitam o concelho.

 

Denominada ‘App Avicella’, a ferramenta digital permite aos visitantes marcarem encontro, a qualquer hora, em realidade virtual, com figuras da história e das tradições locais nos pontos de interesse turístico do concelho. Veja algumas imagens na galeria acima.

 

Carregada a aplicação e através de circuitos pedonais ou de automóvel previamente definidos, os utilizadores são guiados pela mascote “Avicella”, palavra que em latim significa pequena ave e que deu o nome à localidade. Chegando aos pontos emblemáticos de Vizela, nomeadamente ao centro histórico, à ponte romana, às termas, à capela de Nossa Senhora da Tocha, a Tagilde e a São Bento das Peras, os visitantes terão apenas de apontar os seus telemóveis para o local e colocar os auriculares para iniciarem a viagem ao passado.

 

VEJA TAMBÉM: DE CHAVES A FARO: ROTEIRO DE AUTOCARAVANA PELA ESTRADA MAIS COMPRIDA DE PORTUGAL

 

Nos seus ecrãs, serão apresentadas várias situações de realidade aumentada protagonizadas por personagens, como o escritor Camilo Castelo Branco, o médico hidrologista Abílio Torres, ou Joaquina Pedrosa da Silva, criadora do doce mais conhecido de Vizela, o bolinhol. Nesta experiência digital única, as personagens a três dimensões interagem com o visitante, que não ficará indiferente aos efeitos visuais e sonoros.

 

Assim, apontando o smartphone ao coreto localizado no Jardim Manuel Faria, por exemplo, os visitantes podem ouvir a filarmónica a tocar o hino da cidade. Já mais à frente, na Bica Quente, é possível ouvir um pouco da história das termas romanas na cidade pela voz de três romanos que lá se sentam virtualmente. Ou subindo ao Santuário de São Bento das Peras poderão ter várias experiências de realidade aumentada, entre elas assistir à procissão que lá se realiza anualmente.

 

«Este é o melhor mapa turístico. Não precisa de guia, é autónomo e está disponível a qualquer hora», comenta Victor Hugo Salgado, presidente da Câmara Municipal de Vizela, que acrescenta: «é é, sem dúvida, uma solução pioneira para uma oferta turística diferente e que valoriza Vizela, potenciando o enorme património histórico e cultural que o Concelho tem no seu território».

 

VEJA TAMBÉM: ABRE PRIMEIRO ROOFTOP NA AVENIDA DOS ALIADOS

 

Já para João Monsanto, administrador da LarM, empresa que desenvolveu a aplicação, «esta app tem a capacidade de transformar o turismo, porque dá vida e corpo ao património. Transforma locais de exposição de património em locais de atração turística».

 

A “App Avicella”, que pode ser descarregada gratuitamente na App Store e no Google Play, proporciona 16 experiências únicas em duas línguas, português e inglês, com um sistema misto de marcadores e orientação georreferenciada.

 

O município de Vizela está a apostar na revitalização do turismo no concelho, nomeadamente na promoção das suas termas, conhecidas em tempos como a ‘rainha das termas’ em Portugal; na gastronomia, através da divulgação do bolo bolinhol e do prato oficial, bacalhau à Zé do Pipo; e também na captação de turismo religioso através do Santuário São Bento das Peras.

 

 

Artigo anterior

Porque deve comer uma banana todos os dias? Porque o seu coração agradece

Próximo artigo

Festival do Arroz Carolino apresenta as múltiplas formas de cozinhar arroz