Home»FOTOS»Viagem de um ano pelo mundo (com tudo pago) procura candidatos para 2019

Viagem de um ano pelo mundo (com tudo pago) procura candidatos para 2019

As inscrições para a 2ª edição do World Life Experience já abriram. Onze pessoas vão ser selecionadas para viajar por 20 destinos dos cinco continentes. E cada uma ainda vai receber uma remuneração mensal de 2.500 euros. Tem de ter entre 21 e 39 anos. Tentador?

Pinterest Google+

O World Life Experience que, em janeiro de 2018, iniciou a sua primeira viagem internacional de onze pessoas por três continentes, vai abrir as inscrições para a 2ª edição, a decorrer em 2019. (Veja na galeria acima fotos do grupo que está e viagem atualmente).

 

Até 20 de julho de 2018, o World Life Experience vai receber inscrições dos interessados em realizar uma jornada mundial durante um ano, agora nos cinco continentes. Serão vinte os destinos internacionais da 2ª edição – Brasil, Uruguai, Argentina, Chile, Perú, Colômbia, Costa Rica, Portugal, Espanha, Holanda, Alemanha, República Checa, Grécia, Tailândia, Camboja, Malásia, Indonésia, Japão, Austrália e África do Sul.

 

VEJA TAMBÉM: MÉRTOLA: PELOS CAMINHOS PERDIDOS DO CONTRABANDO

 

Nestes países, os onze futuros viajantes poderão conhecer sociedades e culturas diversas enquanto desenvolvem trabalho social em organizações não governamentais locais (ONGs) de diferentes países. Simultaneamente, cada participante na viagem vai receber uma remuneração mensal (2.500 euros), paga pelo World Life Experience que também assegura as despesas da viagem.

 

De acordo com António Dias, diretor-geral da World Life Experience, «a primeira edição, já com dois meses de viagens e de tarefas efetivadas, está a ser um êxito e uma experiência de vida para o grupo de onze participantes». E o responsável acrescenta: «O grupo já esteve em seis cidades diferentes, de cinco países, e trabalhou no reflorestamento, em projetos de permacultura direcionados para a sustentabilidade ambiental, integrou workshops com refugiados e cooperou em projetos de reconstrução. À medida que os participantes interagem com pessoas, dos lugares que vão percorrendo, consciencializam-se da diversidade social, ambiental e cultural que existe no Mundo».

 

VEJA TAMBÉM: ROTA DAS CAMÉLIAS: À DESCOBERTA DESTAS FLORES ORIENTAIS NO NORTE DE PORTUGAL

 

Assim, e para todos os que anseiem viajar pelo mundo, contribuir para o planeta através de posturas e atitudes socialmente responsáveis e ambicionem colaborar na transformação social, este é o “melhor emprego do mundo”.  As candidaturas, a realizar em www.worldlifeexperience.com, têm uma taxa de inscrição de 9 euros revertendo parte do montante (2,5 euros) para as ONGs associadas ao World Life Experience.

 

O processo de seleção, dos onze participantes da 2ª edição, será realizado por uma entidade independente, um centro de estudos de gestão e organização científica (CEGOC) que faz parte de um grupo de formação e de desenvolvimento europeu (CEGOS) que se dedica às áreas da formação, da consultoria e da seleção e recrutamento. Os candidatos deverão ter entre 21 e 39 anos de idade e cumprir um perfil concreto – ser responsável, empático, atencioso, tolerante, comunicativo, proactivo, flexível, ter um nível intermédio de inglês e desejar trabalhar em grupo. Os participantes, a escolher para a 2ª edição, serão de diversas nacionalidades e irão partilhar a viagem nas redes sociais.

 

VEJA TAMBÉM: FILIPINAS, A TAILÂNDIA E JAPÃO MOSTRAM LAÇOS COM PORTUGAL NO MUSEU DO ORIENTE

 

A estadia, em cada cidade, será de duas semanas e terá um programa orientado para o trabalho social, através da integração em organizações locais (ONGs), e uma componente de lazer dirigida a atividades turísticas e culturais. Os 11 participantes, da 2ª edição do World Life Experience, vão realizar a viagem de 15 de janeiro a 27 de novembro de 2019, e terão 6 dias para explorar cada cidade, 6 dias para realizar trabalho voluntário com organizações locais e 3 dias de descanso em cada destino.

 

O World Life Experience, lançado em 2017, é um projeto de sustentabilidade e responsabilidade social que combina objetivos sociais a uma vertente financeira que permite um modelo de gestão com viabilidade económica. A empresa Top Experience, com sede na capital portuguesa (Lisboa), pretende fomentar sinergias entre as pessoas, a comunidade empresarial e as organizações sociais e humanitárias, ao mesmo tempo que inspira para a relevância do desenvolvimento sustentável e da responsabilidade social.

 

 

Artigo anterior

Padarias já podem candidatar-se ao selo «Menos sal, mesmo sabor»

Próximo artigo

Mantraterapia: som, vibração e energia