Home»ATUALIDADE»ESPECIALISTAS»Verrugas genitais: o que são e quais as causas?

Verrugas genitais: o que são e quais as causas?

Esta doença sexualmente transmissível causada por determinadas estirpes do vírus do papiloma humano (HPV) afeta ambos os sexos, mas nas mulheres as complicações são mais frequentes. São especialmente perigosos para as mulheres porque alguns tipos de HPV também podem causar cancro do colo do útero e da vulva.

Pinterest Google+
PUB

O que causa as verrugas genitais?

A maioria dos casos de verrugas genitais é causada pelo HPV. Há mais de 70 tipos de HPV que afetam especificamente os órgãos genitais. O vírus HPV é altamente transmissível através do contacto pele-a-pele, razão pela qual é considerado uma DST.

 

De facto, o HPV é tão comum que os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) afirmam que a maioria das pessoas sexualmente ativas a obtém em algum momento – a principal diferença é se o vírus leva a complicações como verrugas genitais.

 

As verrugas genitais são causadas por diferentes estirpes de HPV das que causam verrugas nas mãos ou noutras partes do corpo que não os genitais. Uma verruga não pode se espalhar da mão de alguém para os genitais, e vice-versa.

 

VEJA TAMBÉM: HIGIENE GENITAL FEMININA: UM GUIA PARA AS DIFERENTES FASES DA VIDA

 

Fatores de risco para verrugas genitais

Qualquer pessoa sexualmente ativa está em risco de HPV. De acordo com a Academia Americana de Dermatologia (AAD), quase metade das pessoas que têm relações sexuais tiveram algum tipo de infeção pelo HPV.

 

No entanto, as verrugas genitais são mais frequentes em pessoas que cumprem os seguintes critérios:

  • Menos de 30 anos
  • Fumadores
  • Alteração do sistema imunológico
  • História de abuso infantil
  • Se a mãe teve o vírus durante o parto

 

Quais as complicações do HPV?

O HPV pode causar alterações pré-cancerosas nas células do colo do útero, ou displasia sendo a principal causa de cancro no colo do útero. Certos tipos de HPV também podem causar cancro da vulva (que são os órgãos genitais externos das mulheres), bem como cancro do pénis e do ânus.

 

Artigo elaborado com a colaboração do Dr. Miguel Tuna.

 

Artigo anterior

Os perigos que se escondem nas águas cristalinas

Próximo artigo

De dieta? Torne uma salada deliciosa