Home»ATUALIDADE»LANÇAMENTOS»Veggie: chegou a nova revista de receitas para flexitarianos

Veggie: chegou a nova revista de receitas para flexitarianos

Com edição bimestral, a nova revista lançada pela TeleCulinária chega às bancas a 31 de dezembro com mais de 70 receitas sem carne e sem peixe. O objetivo é chegar à crescente comunidade flexitariana em Portugal, que faz uma alimentação de base vegetal e com inclusões esporádicas de proteína animal.

Pinterest Google+

Lançada pela TeleCulinária, a Veggie é a nova revista de receitas vegetarianas destinada a quem pretende seguir uma dieta flexitariana, ou seja, maioritariamente de base vegetal, mas que ocasionalmente também inclui proteína animal.

 

Com chegada às bancas a 31 de dezembro, a primeira edição desta revista bimestral apresenta mais de 70 receitas sem carne nem peixe. Acompanhando a constante evolução dos hábitos alimentares, a Veggie pretende enriquecer os menus dos portugueses.

 

Publicada pela IFE by Abilways, a Veggie custa 5,5€ e será distribuída com foco num público sobretudo citadino. As leguminosas, as frutas, os cereais e as verduras são os protagonistas da revista, que nasce da experiência de mais de 40 anos da TeleCulinária. Das 70 receitas que vão estrear a primeira edição, 50 são refeições principais e existe ainda um especial com 12 receitas de hambúrgueres vegetarianos.

 

VEJA TAMBÉM: PRIMEIRO ESTUDO NACIONAL REVELA QUE 9% DOS PORTUGUESES JÁ SEGUEM UMA DIETA VEGGIE

 

Ainda que a carne e o peixe tenham tradicionalmente primazia na cozinha nacional, cada vez mais portugueses estão a optar por uma refeição de base vegetal, pelo menos uma vez por semana. Reconhecendo esta tendência, a Veggie propõe-se a sugerir pratos saborosos para o dia-a-dia, com ingredientes já bem conhecidos pelas famílias, mas sem proteína animal.

 

«Muitas vezes existe vontade de variar, mas surgem dúvidas de como cozinhar uma refeição sem proteína animal. A revista responde a um desenvolvimento dos hábitos alimentares dos portugueses, que incorporam agora novas preferências. Pretendemos sugerir receitas saborosas com ingredientes fáceis de encontrar, sem seguir nenhuma dieta ou regime alimentar em específico, mas oferecendo receitas adequadas ao número crescente de portugueses que adotaram ou querem adotar um regime alimentar flexível, privilegiando o consumo de legumes» explica Margarida Araújo, diretora editorial da Veggie.

 

As dietas que incluem opções vegan, vegetarianas ou flexitarianas têm ganhado cada vez mais destaque, tanto a nível de opção individual como a nível de sustentabilidade. Um estudo recente elaborado pela consultora Lantern, “The Green Revolution – Edição de 2019”, revela que o flexitarianismo é a tendência que mais tem crescido em Portugal, com 7,4% da população a adotá-la, 74% dos quais indicam ter sido por motivos de saúde. No geral, 43% dos portugueses referem ter reduzido ou eliminado o consumo de carne vermelha no último ano.

 

Atualmente, vários estudos apontam para as vantagens da redução do consumo de carne no quotidiano. Um relatório apresentado este ano pela ONU apela neste sentido, como uma das medidas para combater as alterações climáticas e o aquecimento global.

 

Também o crescimento da população mundial, que em 2050 atingirá os 10 milhões de pessoas, significa que será necessário mudar hábitos e adotar dietas mais sustentáveis para alimentar toda a população, refere outro estudo, publicado também este ano na revista científica Lancet.

 

A revista precursora da Veggie, a TeleCulinária, assinala já 43 anos de existência, fiel ao lema “as receitas que resultam sempre”. A icónica revista conta ainda com a TeleCulinária Robot, que já celebrou 10 anos de existência e é dedicada a receitas para robots de cozinha, assim como a TeleCulinária Gold, com 13 anos de existência, que recria as melhores receitas dos temas de capa da revista “mãe”.

 

 

 

Artigo anterior

As cores da lingerie para a passagem de ano

Próximo artigo

Vacinas para meningite B, HPV para rapazes e rotavírus entram no programa nacional de vacinação