Home»BEM-ESTAR»NUTRIÇÃO»Super dieta: os vegetais mais baixos em hidratos de carbono

Super dieta: os vegetais mais baixos em hidratos de carbono

De modo geral, os vegetais são baixos em calorias e ricos em vitaminas, minerais e outros nutrientes igualmente importantes. Muitos são baixos em hidratos de carbono e ricos em fibras, o que os torna ideais para quem pretende seguir uma dieta baixa nestes componentes. Estes são os mais baixos em hidratos.

Pinterest Google+
PUB

Os pimentos são anti- inflamatórios, ricos em vitaminas A e C. Uma porção de 149 gramas de pimento vermelho picado contém nove gramas de hidratos de carbono, dos quais três são de fibra.

 

O brócolo é o verdadeiro superalimento. Contém quatro gramas de hidratos de carbono de fácil digestão por porção. É rico em vitaminas C e K, pode reduzir a resistência à insulina e ajudar a prevenir o cancro.

 

Os cogumelos são extremamente baixos em hidratos de carbono. Uma porção (70 gramas) de cogumelos brancos crus contém apenas dois gramas de hidratos de carbono, um dos quais é fibra. Além disso, tem fortes propriedades anti-inflamatórias.

 

VEJA TAMBÉM: PASSA MUITO TEMPO SENTADO? EVITE INFLAMAÇÕES COM ESTES ALIMENTOS

 

A curgete é uma boa fonte de vitamina C e em 124 gramas apenas quatro são hidratos de carbono.

 

Espinafres cozidos (180g) contêm três gramas de hidratos de carbono de fácil digestão. São ricos em vitamina K, ajudam a proteger o coração e a saúde dos olhos.

 

Embora os abacates sejam um alimento com um teor calórico elevado, podem ser benéficos para a gestão de peso. Fornecem três gramas de hidratos de carbono líquidos por porção. Promovem a sensação de saciedade e são ricos em gordura saudável e fibras para o coração.

 

A couve-flor é muito baixa em hidratos de carbono. Em 100 gramas encontram-se apenas dois gramas de hidratos de carbono de fácil digestão por porção. É rica em vitaminas K e C e pode ajudar a prevenir doenças cardíacas.

 

Os feijões-verdes contêm 6 gramas de hidratos de carbono de fácil digestão por porção, assim como antioxidantes que ajudam a proteger o cérebro.

 

A alface é uma das hortaliças mais baixas em hidratos de carbono. Contém apenas um grama de hidratos de carbono de fácil digestão por porção. É rica em várias vitaminas, incluindo ácido fólico que ajudar a reduzir o risco de doença cardíaca.

O alho é conhecido pelos seus efeitos benéficos sobre a função imunológica. Contém um grama de hidratos de carbono digestivos por dente. Pode ajudar a reduzir a pressão arterial.

 

Os pepinos são muito baixos em hidratos carbono (4g) e muito refrescantes. Apesar de não serem muito ricos em vitaminas e minerais, contêm um composto designado ‘cucurbitaceae E’, que pode ter efeitos benéficos para a saúde.

 

Couves-de-Bruxelas contêm apenas 4g de hidratos de carbono de fácil digestão por porção (78g). São ricas em vitaminas c e K.

 

Uma porção de 99g de beringela contém 8 gramas de hidratos de carbono, dois dos quais são fibra. Não é elevada em vitaminas e minerais, mas estudos sugerem que pode ajudar a reduzir o colesterol e a proteger a saúde do cérebro.

 

Tecnicamente, os tomates são fruta, mas são geralmente consumidos como legumes. São baixos em hidratos de carbono, ricos em vitaminas e potássio. Ajudam a proteger a saúde do coração.

 

As cebolas são baixas em hidratos de carbono e elevadas em quercetina, um antioxidante que pode ajudar a reduzir a pressão arterial. Fonte: Authority Nutrition

 

Artigo anterior

A importância de um core forte

Próximo artigo

Escritório: estratégias para evitar dores na coluna