Home»FOTOS»Vamos comer urtigas?

Vamos comer urtigas?

Não se arrepie já. São muito nutritivas, ricas em antioxidantes e podem fazer parte da nossa alimentação. Explicamos os cuidados a ter na sua preparação e onde pode provar um menu completo com urtigas… e sem se picar.

Pinterest Google+
PUB

Urtigas. Aquela planta de que ninguém gosta e com a qual já todos tivemos, pelo menos, uma experiência menos positiva, devido às suas características urticantes. Mas elas podem fazer parte da nossa alimentação, pois são muito ricas em nutrientes e antioxidantes. São, é claro, necessários alguns cuidados na sua recolha e preparação (ver galeria acima).

 

É precisamente para celebrar e desmistificar a ideia horripilante associada a esta planta que a Quinta do Gradil, no Cadaval, vai preparar um menu que desafia os participantes a conhecer esta erva de uma outra perspetiva.

 

É neste âmbito que, no dia 17 de novembro, às 19h30, o restaurante Quinta do Gradil recebe o 18º Jantar Endògenos, que promove a preservação e valorização dos produtos locais portugueses. Desta vez, os mentores do projeto, António Alexandre e Nuno Nobre, desafiam o chef Daniel Sequeira a integrar as urtigas na culinária.

 

O desafio tem como objetivo aproveitar a chegada das primeiras chuvas, que faz nascer algumas ervas muitas vezes mal-amadas e esquecidas nos campos. A proximidade da serra de Montejunto à Quinta do Gradil forma um ecossistema propício para o crescimento deste tipo de ervas.

 

Para os mais ousados e ávidos de novas experiências, o menu de seis pratos, com harmonização vínica incluída (35€ por pessoa), é composto por:

Não respire
Pão, Cavala, Cabra e Leitão

Quente e picante
Canja de coelho
Castanhas, cogumelos shitake e urtigas

Bacalhau tinto em urtigas
Urtigas, grão de bico, urtigas, lombardo e sames

Javali nas urtigas
Marmelos, broa de milho, feijão canário, manteiga de cabra e mel

Doces e picantes
Torta de urtigas, compota de dióspiro, gelatina de espumante e frutos do bosque

 

Artigo anterior

Pneumonias são a principal causa de morte por doença respiratória em Portugal

Próximo artigo

O São Martinho aproxima-se: descubra onde melhor o festejar