Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Vacinas para meningite B, HPV para rapazes e rotavírus entram no programa nacional de vacinação

Vacinas para meningite B, HPV para rapazes e rotavírus entram no programa nacional de vacinação

Direção-Geral da Saúde anuncia alterações ao Programa Nacional de Vacinação, para entrarem em vigor a partir de outubro de 2020. A medida surge por proposta da Direção-Geral da Saúde e após auscultação da Comissão Técnica de Vacinação.

Pinterest Google+
PUB

O Programa Nacional de Vacinação (PNV) vai ser alterado a partir de 1 de outubro de 2020, com o alargamento a todas as crianças da vacinação contra doença invasiva meningocócica do grupo B (vacina MenB) aos 2, 4 e 12 meses. Aplica-se aos nascidos a partir de 1 de janeiro de 2019, podendo o esquema de vacinação ser iniciado ou completado, de acordo com a história vacinal individual, informa a Direção-Geral da Saúde.

 

O Ministério da Saúde determina também o alargamento da vacinação contra infeções por vírus do Papiloma humano (vacina HPV) ao sexo masculino, aos 10 anos, incluindo os genótipos causadores de condilomas ano-genitais. Aplica-se aos nascidos a partir de 1 de janeiro de 2009, podendo o esquema de vacinação ser iniciado ou completado, de acordo com a história vacinal individual. Assim como a inclusão da vacina contra Rotavírus (vacina Rota) para grupos de risco, a definir em Norma da Direção-Geral da Saúde.

 

VEJA TAMBÉM: CLÁUDIO REBELO: «NÃO INCLUIR A VACINAÇÃO DE RAPAZES PARA O HPV É DISCRIMINAÇÃO PERANTE UM VÍRUS QUE NÃO ESCOLHE GÉNERO»

 

Segundo a DGS, estas atualizações surgem na sequência da publicação do artigo nº 212, da Lei n.º 71/2018 do Orçamento de Estado para 2019. «A DGS, ao abrigo da legislação, solicitou à Comissão Técnica de Vacinação pareceres sobre as três vacinas referidas. Analisados os pareceres da Comissão Técnica de Vacinação, a DGS fez propostas ao Ministério da Saúde, tendo sido aprovadas as referidas atualizações», lê-se na informação divulgada pela DGS.

 

Estas atualizações ao PNV serão publicadas em breve, em Diário da República, ao que se seguirão várias fases de operacionalização, prévias ao início da vacinação.

Artigo anterior

Veggie: chegou a nova revista de receitas para flexitarianos

Próximo artigo

Comece o ano na Dinamarca… em Lisboa