Home»BEM-ESTAR»COMPORTAMENTO»Uso da internet nas aulas é negativo

Uso da internet nas aulas é negativo

Um aluno com um computador ligado à internet, na sala de aula, faz tudo menos pesquisas relacionadas com a matéria. Assim o conclui um estudo levado a cabo nos EUA.

Pinterest Google+

Navegar na internet durante as aulas resulta em notas mais baixas, mesmos entre os alunos mais inteligentes e motivados, segundo um grupo de investigadores da Universidade de Michigan, EUA.

 

O estudo analisou as consequências do uso do computador num curso introdutório de psicologia e descobriu que o tempo médio gasto na internet para propósitos não relacionados com a aula foi de 37 minutos. Os alunos passaram a maior parte do tempo nas redes sociais, a ler emails, a ver vídeos e a fazer compras online.

 

Veja também: O que a internet está a fazer à nossa memória

 

Perante a realidade, o desempenho académico destes alunos sofreu. «A relação prejudicial associada com o uso não-académico da internet levanta questões sobre as políticas de incentivo para os alunos trazerem os seus computadores para a sala de aula quando não são necessários», expressa Susan Ravizza, autora líder do estudo.

 

A pesquisa foi conduzida num curso de uma hora, de 50 minutos, com 507 alunos ensinados por Kimberly Fenn, professor de psicologia e coautora do estudo. No total, 127 alunos concordaram em participar no estudo que envolveu o registo num servidor proxy, um intermediário entre o computador do utilizador e a internet, quando os alunos entravam no mundo virtual. Desses participantes, 83 verificaram o servidor proxy em mais da metade das 15 sessões do curso durante o semestre e foram incluídos na análise final.

 

Veja também: As personalidades mais influentes da internet

 

A inteligência foi medida pela pontuação do ACT, um exame de admissão para entrar na universidade americana. A motivação para ter sucesso na aula foi medida por uma pesquisa online enviada a cada participante quando o semestre terminou.

 

Alguns estudos anteriores sugerem que escrever apontamentos das aulas no computador não é tão eficaz como escrever à mão, uma vez que se torna tentador fazer outras coisas no computador e que não são relevantes para a aula.

 

Artigo anterior

Calçada Portuguesa a Património Cultural Imaterial da Humanidade

Próximo artigo

Intestino - O cérebro que comanda a saúde do corpo