Home»BEM-ESTAR»COMPORTAMENTO»Urge descansar: Livre-se do mito de que repouso é preguiça

Urge descansar: Livre-se do mito de que repouso é preguiça

Vivemos numa sociedade que valoriza e considera expectável estar inundada em muitas tarefas. Um mito da era moderna. Um disparate que tem custos elevados para o organismo.

Pinterest Google+
PUB

Muitos pensam que descansar é sinónimo de preguiça, uma ideia disparatada que tem de ser completamente erradicada. Descansar é essencial à saúde. Não precisamos de estar sempre a fazer coisas, urge encontrar um equilíbrio para gerir o próprio dia e usufruir momentos de lazer.

 

A pressão social de facto não ajuda. Vivemos numa sociedade que valoriza e considera expectável estar inundada em muitas tarefas. Um mito da era moderna.  Os bens-sucedidos são os que estão sempre a fazer coisas. Um disparate que tem custos elevados para o organismo e se traduz numa maior predisposição para a instalação de doenças crónicas, como hipertensão arterial, diabetes, distúrbios da tiroide, colesterol, ansiedade e depressão.

 

VEJA TAMBÉM: COMO DAR A VOLTA AO CANSAÇO

 

Em suma, a ausência de um descanso real é uma verdadeira ameaça à saúde como um todo, gerando um mal-estar geral, desconforto e incapacidade física e psíquica, diminuição do apetite e do sono, por vezes dores abdominais, articulares e de cabeça, desgaste emocional, falta de motivação e de energia, ou em casos mais graves quadros de burnout.

 

Podem ainda surgir lapsos de memória, decisões tomadas sem processo de reflexão, alterações de humor. Por isso, descansar deve estar no topo das suas prioridades. Precisa de o fazer mais e melhor. Recordo-lhe que potencia os níveis de bem-estar e felicidade, aumentando a capacidade de concentração e produtividade.

 

Deixo-lhe algumas dicas para descansar de forma plena:

  1. Permita-se descansar, livrando-se do mito de que quem descansa é preguiçoso. Refute a ideia enraizada na sociedade de que o sucesso se mede pelo número de atividades.

 

  1. Faça do descanso um hábito de vida. Não basta descansar uma vez para que o descanso fique concluído. Duas a cinco horas por dia é o tempo médio diário de descanso ou períodos de lazer que se aconselham para manter o bem-estar e níveis de felicidade, de acordo com a Associação Americana de Psicologia.
  1. Dê uma nova utilidade aos tempos mortos. Transforme-os numa oportunidade de repousar.

 

  1. Crie momentos do dia para ficar offline, refutando assim o mito que tem de estar “Always On”, assegurando-se assim que descansa o suficiente. Livre-se do relógio, pois assim não sente a pressão do tempo.

 

  1. Faça pausas sempre que sentir cansaço. Irá perceber que o seu foco aumenta, bem como a sua produtividade e boa disposição. E faça também pausas sem sentir cansaço. A pausa é uma importante etapa do ciclo produtivo metabólico e fisiológico, pois impede a diminuição das aptidões físicas e mentais, garantindo que o ser humano funciona em pleno.

 

  1. Aprenda a dizer não a tarefas extra se tal colocar em causa o seu bem-estar.

 

  1. Não coloque “todas as fichas” no café e bebidas estimulantes para combater o cansaço, pois atenuam apenas os sintomas, mas não aumentam as capacidades produtivas.

 

Preparado para descansar?

 

Artigo anterior

8 em cada 10 mortes por doença cardiovascular podem ser prevenidas através da adoção de um estilo de vida saudável

Próximo artigo

Quer um cérebro mais jovem? Coma mais beterraba