Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Um mundo em feltro para descobrir no Museu do Oriente

Um mundo em feltro para descobrir no Museu do Oriente

A feltragem é uma técnica artesanal que utiliza lã pura, água e sabão, sendo que alguns investigadores defendem que este terá sido o primeiro têxtil produzido pela humanidade, há cerca de 6.300 anos. Três workshops vão ensinar esta prática em Lisboa.

Pinterest Google+

Originária da Ásia, a lã feltrada tem sido usada por inúmeros povos e culturas na produção de vestuário e calçado, tapetes e até habitações portáteis. No Museu do Oriente, três workshops temáticos – nos dias 26 de janeiro, 9 de fevereiro e 2 de março – ensinam a aplicar esta técnica na criação de objetos decorativos e lúdicos.

 

Partindo de modelos tradicionais, no dia 26 de janeiro, os participantes vão aprender a criar simpáticas bonecas Kokeshi e Matrioskas. Segue-se, a 9 de fevereiro, um workshop dedicado às frutas e legumes de brincar, feitas num material natural, agradável ao tato e lavável. A 2 de março, ensinam-se a criar peças únicas de bijuteria têxtil, com formas inspiradas na natureza para dar as boas-vindas à primavera.

 

VEJA TAMBÉM: O MELHOR CHOCOLATE DO MUNDO ESTÁ DE VOLTA AO CAMPO PEQUENO

 

A feltragem é uma técnica artesanal que utiliza lã pura, água e sabão. O contacto com o sabão e a água fazem com que a lá adquira uma consistência pastosa, facilitando a união das fibras naturais, originando o feltro. Alguns investigadores defendem que este terá sido o primeiro têxtil produzido pela humanidade, anterior aos teares, com aproximadamente 6.300 anos.

 

Mais informações:

26 janeiro | Kokeshis e Matrioskas

9 fevereiro | Frutas e legumes para brincar
2 março | Bijuteria sem costuras

Horário: 14.00-18.00

Preço: 45 €/ sessão (inclui materiais)

Participantes: mín. 10, máx. 12

M/16 anos

 

 

Artigo anterior

Colónia, uma cidade eclética no coração da Europa

Próximo artigo

Da amamentação ao exercício: os mitos da mamoplastia segundo um cirurgião plástico