Home»FOTOS»Elas chegaram! Tudo o que precisa de saber sobre cerejas

Elas chegaram! Tudo o que precisa de saber sobre cerejas

Já as provou? Finalmente chegaram, para fazer as delícias de quem por elas espera todo o ano. Este bonito fruto é rico em antioxidantes, pouco calórico e esconde muitos outros benefícios. Conheça-os de seguida e... desfrute.

Pinterest Google+
PUB

A cerejeira é originária do Sudoeste da Ásia. Na cultura japonesa, a árvore era associada aos samurais, porque se considerava que a sua vida era tão efémera quanto a da flor da cerejeira. Esta é, aliás, considerada uma das flores mais belas. No Japão, todos os anos se cumpre a tradição de ir aos parque contemplar as cerejeiras na época de florescimento, o que chama milhares de turistas. Também na Índia a flor é considerada sagrada, dizendo-se que traz sorte e abundância.

 

Em Portugal, a cereja é atualmente cultivada no Douro (Resende), em Trás-os-Montes (Alfândega da Fé) e em Castelo Branco (Fundão). E é aqui mesmo, no sopé da Serra da Gardunha, que todos os anos por esta altura se realiza o maior festival da cereja do país, com o Fundão como anfitrião desta festa beirã.

 

À venda desde maio até finais de agosto, a cereja deve ser apanhada o mais madura possível porque não vai ficando mais doce depois de colhida, como acontece com outras frutas como as peras ou as bananas. Tenha o cuidado de escolher as mais carnudas e maiores, que têm melhor qualidade. Devem estar limpas, com a pele firme, brilhante e sem golpes. Os pés devem ser verdes e frescos.

 

Riqueza nutricional

As cerejas pertencem à categoria Prunus e, dependendo do sabor, podem ser de duas classes, doces ou ácidas. Esta fruta é rica em vitaminas, minerais e hidratos de carbono. O alto teor de frutose faz com que seja recomendada para pessoas que precisem de um açúcar saudável e energético, como os diabéticos.

 

As antocianinas são os pigmentos naturais que lhe dão a sua cor vermelha a preta. Quanto mais escuras as cerejas forem, mais saudáveis e benéficas serão, porque serão mais ricas em antioxidantes.

 

São o snack perfeito para ingerir entre refeições e um aliado para perder peso, pois ajudam a eliminar toxinas e líquidos, têm poucas calorias e contêm fibra, que sacia e combate a prisão de ventre.

 

Nos doces, chás e pratos

Como referimos, as cerejas cruas são um lanche excelente e muito pobre em calorias. No entanto, esta fruta tem uma infinidade de utilizações. Pode utilizar cerejas para fazer tartes, empadas doces, mousses, iogurtes ou gelados.

 

Quando comer cerejas, nem pense em desperdiçar os pedúnculos, ou pés. Estes têm imensas potencialidades, sendo muito utilizados em naturopatia. Assim, deixe secar os pés em ambiente seco, à sombra, durante cerca de uma semana. Guarde-os depois num pote e utilize-os para fazer chá. Utilize cerca de 50 gramas de pés de cereja por cada litro de água, deixando ferver por dez minutos. Este chá ajuda a combater infeções urinárias, pedra dos rins e vesícula biliar, ácido úrico e doenças reumáticas. Serve ainda de diurético.

 

Uma forma de rentabilizar o consumo das frutas é fazer compotas caseiras, mais saudáveis do que as industriais. Além disso, poderá saborear as cerejas fora da época, no inverno. Procure cerejas mais escuras e doces, de forma a poder reduzir a quantidade de açúcar na receita.

 

VEJA TAMBÉM: BOMBOCAS DE CEREJA? SIM, POR FAVOR!

 

Pode ainda conservar as cerejas em calda, para utilizar em crepes, waffles, ou outras sobremesas, durante o ano inteiro. Pode ainda adicionar a calda de cerejas em pratos de caça, porco e aves. A imaginação é o limite e a internet uma fonte infindável de receitas originais e saudáveis.

 

As cerejas têm um tempo curto para consumo. Guarde-as no frigorífico sem lavar nem tapar. Deve lavá-las apenas imediatamente antes de as consumir. Nessa altura, retire primeiro os pés e depois coloque-as debaixo da água corrente. Pode ainda experimentar congelar as cerejas mais escuras ao natural ou em calda. Mas preferencialmente consuma a fruta fresca, de forma a usufruir de todos as vitaminas. E bom apetite!

 

Artigo anterior

Entidades mundiais unem-se pela distribuição igualitária da vacinação

Próximo artigo

Exercícios faciais ajudam mulheres de meia idade a parecerem mais novas