Home»VIDA»CARREIRA»Tome consciência do poder da sua marca pessoal

Tome consciência do poder da sua marca pessoal

Pinterest Google+

Gostaria de ter uma atividade profissional que o fizesse mais feliz? Ao definir a sua marca pessoal, começará a ver a sua atividade profissional com uma perspetiva diferente: sentir-se-á mais motivado, realizado e feliz.

 

Quando começar a ver o seu trabalho como uma oportunidade de construir a sua marca pessoal, começará por fazer que cada minute conte… trará nova energia e propósito à sua vida.

 

Nido Qubein, orador motivacional disse: «A vida não te dá aquilo que queres, mas sim aquilo que mereces».

 

Então pense… Qual é o seu FOCO? Está a focar a sua mente no desemprego, nas dificuldades financeiras da empresa, na incompatibilidade com o seu chefe ou nas oportunidades de uma nova carreira ou expansão do seu negócio? O sucesso na sua profissão e nos seus relacionamentos pessoais está diretamente relacionado com a sua marca pessoal.

 

O primeiro passo? DEFINIR a sua marca pessoal. Mas isso por si só não faz milagres… Defina-se a si próprio antes que os outros o façam por si e preocupe-se menos com o que vai dizer e ocupe-se mais naquilo que não diz.

 

Já pensou no impacto que causa, por exemplo, o seu aperto de mão, contacto visual, tom de voz, forma de vestir e postura dos ombros? Mehrabian demonstrou que o nosso impacto imediato provém: 7% das palavras que utilizamos, 38% do tom da nossa voz e 55% dos sinais enviados pela nossa forma de atuar e a nossa aparência.

 

A sua própria imagem age como um monitor de como você atua e interatua com os outros. No nosso “Eu” público ou zona de conforto temos-lhe dado forma e vive connosco. Mas tenha cuidado, as nossas próprias perceções podem ser vistas por outros como totalmente irrealistas!

 

As mensagens silenciosas são mais honestas que as palavras que dizemos porque são mais difíceis de controlar (não temos consciência do que se está a passar). É difícil sustentar uma conduta que não vai de acordo com os nossos sentimentos. Mas aprendendo como os maus hábitos podem enviar sinais enganadores aos outros, podemos transformar esses hábitos noutros mais positivos e que venham ao encontro do estado desejado onde queremos estar.

 

Uma pessoa que não tem consciência das mensagens que está a enviar aos outros está a comunicar de forma ineficaz. Há inúmeras formas de transmitir mensagens erradas (por desconhecimento) que escondem os nossos verdadeiros valores e que fazem com que as pessoas duvidem ou até ignorem as nossas capacidades.

 

É fundamental COMUNICAR a sua marca e comunica-la com confiança!

 

Artigo anterior

As dicotomias de Alves/Gonçalves para o próximo inverno

Próximo artigo

Ciência explica porque algumas pessoas são mais agarradas ao telemóvel do que outras