Home»BEM-ESTAR»NUTRIÇÃO»‘The Love Food’, um amor incondicional pela comida que faz bem

‘The Love Food’, um amor incondicional pela comida que faz bem

São cada vez mais os projetos que promovem uma alimentação saudável e sustentável. E ainda bem. Hoje, damos-lhe a conhecer a ideia de Maria de Oliveira Dias, que leva aos clientes iguarias, 100% vegetais, 100% biológicas e 100% cheias de amor.

Pinterest Google+

Através do site ‘No Menu’ (Lisboa), é possível receber em casa produtos como bolachas, biscoitos, granola, bolos, salgadinhos, snacks, barras de cereais, mousses e, em breve, comida pronta. No site oficial da empresa, pode ter uma ideia do aspeto final dos produtos, dos ingredientes, assim como do preço. Ah, e claro, comer (muito) com os olhos!

 

A fundadora deste projeto vegan, sem químicos e biológico, escolheu estes mesmo valores por não querer pactuar com a «extrema crueldade com que se criam e abatem os animais para comer», nem com a pesca massiva, assim como por motivos ambientais: «Não quero contribuir para a indústria que mais polui o planeta, que mais recursos hídricos gasta, que promove a erosão dos solos e é única responsável pela desflorestação da mata atlântica, bem como a maior geradora de gases com efeitos de estufa», reconhece Maria.

 

Veja a galeria: Celebridades vegan

 

Por último, e não de todo menos importante, este conceito prende-se também com questões de saúde, pois Maria acredita que as pessoas se sentem melhor com uma alimentação baseada em vegetais, fruta, oleaginosas, algas, cereais, leguminosas e gorduras boas. Por acréscimo, se os produtos vierem de uma produção sustentável, sazonal e sem agrotóxicos que aniquilam ecossistemas, promovem a contaminação dos solos e das águas que fazem «pessimamente à saúde», o consumidor fica sempre a ganhar.

 

Veja a receita: Tarte de chocolate vegan

 

Esta é uma missão que já não se prende apenas com o retirar os produtos de origem animal do menu, mas sim de incluir mais alimentos que «as pessoas se esqueceram porque comem sempre o mesmo». Para Maria, «uma alimentação saudável é uma alimentação variada e colorida… e gulosa, claro».

Artigo anterior

Preso a um problema? Deixe a sua mente vagar

Próximo artigo

Os melhores parques aquáticos do mundo