Home»BEM-ESTAR»NUTRIÇÃO»Ter diabetes no Natal: uma nutricionista explica os cuidados a ter

Ter diabetes no Natal: uma nutricionista explica os cuidados a ter

O Observatório Nacional da Diabetes estima que em Portugal a percentagem dos que vivem com diabetes já atingiu os 13%. A Mood conversou com uma nutricionista, ela própria com diabetes, para que saiba quais os cuidados a ter nas festividades que se avizinham.

Pinterest Google+

Quase um milhão de portugueses com mais de 30 anos sofre de diabetes, doença que mata mais de 12 pessoas por dia em Portugal, segundo um relatório divulgado pela Organização Mundial de Saúde. A prevalência de diabetes na sociedade portuguesa tem vindo a aumentar nas últimas décadas.

 

Além disso, estima-se que 40,3% da população portuguesa tenha hiperglicemia intermédia, que pode evoluir para a diabetes tipo 2 quando não são adotados estilos de vida saudáveis. No caso de esta doença não ser controlada, pode levar a complicações graves a nível oftalmológico, nefrálgico, cardíaco e até a amputações. O quadro clínico é preocupante.

 

Veja também: Joana Oliveira: «Não existem alimentos proibidos na diabetes»

 

Uma vez que o Natal está mesmo ao virar da esquina, o menu da Consoada e do almoço de domingo inquieta muitas famílias. Em particular, as famílias de pessoas com diabetes, pois nem sempre se está informado de que tipo de cuidados esta doença requer, principalmente numa altura do ano em que se come tanto e sem se olhar a calorias, gorduras ou quantidades de açúcar.

 

Jenifer Duarte, formada em Ciências da Nutrição, descobriu que tem diabetes tipo 1 aos 11 anos. Segundo a nutricionista, as refeições típicas da época são, regra geral, saudáveis, uma vez que se baseiam em alimentos cozidos (bacalhau, polvo, peru, legumes e hortícolas). Podendo as refeições tornarem-se ainda mais saudáveis se não se abusar do azeite e de outras gorduras saturadas, assim como do açúcar refinado.

 

Veja também: Ceia de Natal e de ano novo: cuidados simples que evitam excessos

 

Agora a trabalhar na indústria farmacêutica, Jenifer acredita ser possível fazer uma alimentação saudável no Natal, mesmo tendo diabetes. «Tal como qualquer outra pessoa, as pessoas com diabetes podem comer doces de Natal, desde que com moderação e com alguns cuidados acrescidos. Basta fazer pequenas alterações às receitas tradicionais, reduzindo a quantidade de gordura e açúcares adicionados, por exemplo substituindo o leite gordo por equivalentes e as natas por iogurte natural, assim como substituir o açúcar refinado por alternativas mais naturais como a stevia, tornamos a nossa refeição menos calórica».

 

Se está preocupado/a com as rabanadas e com os sonhos, saiba que por encontrar inúmeras receitas online mais saudáveis como, por exemplo, receitas de sonhos feitos no forno em vez de fritos e pode-se usar uma mistura de adoçantes naturais e canela para os polvilhar.

Artigo anterior

O ‘Fantasy Bra’ deste ano vai ter um rival…

Próximo artigo

‘Estrago tudo quando vou jantar fora!’