Home»ATUALIDADE»ESPECIALISTAS»Tapioca virou moda, mas será assim tão saudável?

Tapioca virou moda, mas será assim tão saudável?

A ‘queridinha’ dos famosos ganha pela sua versatilidade, fácil digestão, por não conter aditivos, sódio, gordura ou glúten. E também não necessita da adição de qualquer tipo de óleo para a sua preparação. Mas é preciso saber prepará-la, para não ser pior a emenda que o soneto.

Pinterest Google+

Pois é.… se pensarmos que há um ano a maior parte das pessoas não sabia sequer o que era tapioca em Portugal, hoje virou moda e não há dia que não passe no Instagram e não veja uma foto da “dita”!  Então desde que a Rita Pereira afamou a tapioca toda a gente a quis experimentar.

 

Como nutricionista e apaixonada por comida, por novos sabores e ingredientes, já há tempo que me tinha inspirado no nosso país irmão e foram várias as tentativas que fiz de receitas saudáveis de polvilho, tapioca, crepioca e outras invenções (essas menos bem-sucedidas). Aliás, já prescrevia em consulta como alternativa pré e pós treino ou em substituição do pão ao pequeno almoço.

 

Veja também: Quinoa, o superalimento que invadiu a mesa dos portugueses

 

Se pesquisarmos a palavra “tapioca” no Google, aparecerão vários artigos que associam o ingrediente a uma dieta super saudável, diretamente relacionadas com perdas de peso fantásticas, e sem dúvida que nos remete para a alimentação das celebridades, uma vez que virou a queridinha dos famosos… enfim, como não podia deixar de se esperar, mais cedo ou mais tarde, a tapioca viraria moda também em Portugal. E esse dia chegou.

 

A tapioca ganha sem dúvida aos pontos pela sua versatilidade, pela fácil digestão, pelo facto de não conter aditivos, sódio, gordura ou glúten e não necessitar da adição de qualquer tipo de óleo para a sua preparação.

 

Veja também: Não bebo água. E agora?

 

Ela é uma excelente alternativa para celíacos, intolerantes não celíacos ao glúten ou pessoas que pretendem enveredar por uma alimentação mais anti-inflamatória. Mas a tapioca não ajuda necessariamente na redução de gordura corporal. É preciso saber como a utilizar, caso contrário será pior a emenda que o soneto. Devido ao seu sabor neutro, sabor ténue, sem cheiro ou acidez, o seu valor nutricional vai depender dos ingredientes do seu recheio.

 

A tapioca é extraída da goma de mandioca, uma raiz amilácea muito utilizada como base de alimentação no Brasil. Conseguimos preparar tapioca a partir do polvilho doce (fécula de mandioca não fermentada) que hidratamos em casa, mas a verdade é que para nos facilitar a vida já conseguimos encontrar goma de tapioca hidratada pronta a utilizar.

Artigo anterior

As 8700 velas usadas no filme ‘A Bela e o Monstro’ e outras curiosidades

Próximo artigo

Ser uma líder carismática pode ser aprendido? Claro que sim!