Vera de Melo – Psicologia

Psicóloga clínica. Escreve quinzenalmente à quinta-feira.

Tem pequenos habitantes noturnos na sua cama? A meio da noite sente que a sua cama ficou mais pequena e não cabe lá? Siga estas sete dicas para a sua cama ser só sua. Por Vera de Melo.

Com o aparecimento das redes sociais, colecionam-se vários momentos de felicidade meramente ilusória. A cada segundo alguém posta uma imagem de um momento ilusoriamente feliz. A casa maravilhosa, os filhos perfeitos, o corpo escultural, o trabalho excecional, a praia paradisíaca, meras simulações de uma vida esplendorosa, justamente para preencher a falta de uma vida. Por Vera de Melo.

Vivemos tempos muito difíceis. Nunca o valor da vida e da liberdade foi tão falado, valorizado e ansiado. Por Vera de Melo.

Estamos na primeira semana do ano, mas estará o otimismo elevado acerca dos mais de 350 dias que se avizinham? Por Vera de Melo.

Foi um ano desafiante, levou-nos a equacionar o valor da vida e da liberdade. Mudança foi a palavra de ordem, nada será como era antes, a realidade está diferente, cada um de nós está diferente, por isso, terá de ser um Natal, também ele necessariamente diferente. Por Vera de Melo.

Todos conhecemos pessoas assim… E ainda que as tentemos evitar parece que a cada dia encontramos mais uma… Pessoas tão complicadas, que parecem ter um raciocínio em espiral e para as quais qualquer simples questão se torna num argumento para uma longa-metragem. Esgotam-nos!

Provavelmente já entrou numa loja e acabou a comprar mais coisas do que realmente precisava. Não se sinta mal, já aconteceu à maioria de nós… Mas, cuidado, avizinha-se um dia fatídico, é já amanhã, a Black Friday, o dia dos descontos e ofertas. Por Vera de Melo.

Assinalar a data em que nascemos equivale à celebração da própria vida. Para além da diversão, de fomentar a alegria, contribui para o nosso equilíbrio emocional…

A rejeição não é a ausência de amor, mas a diferença entre o amor que esperamos e o que obtemos. Por Vera de Melo.

Não é preciso ser perfeito para inspirar outros. Inspira os outros pela forma como aceita e lida com as suas próprias imperfeições. Por Vera de Melo.