Vera de Melo – Psicologia

Psicóloga clínica. Escreve quinzenalmente à quinta-feira.
homem a olhar para smartphone

Não se trata de uma estratégia nova, já no século passado, as relações também eram rompidas com um breve telefonema ou mesmo por carta registada. Por Vera de Melo.
jovem mulher a sorrir smartphone

A ideia consiste em declarar as intenções ao outro durante ou antes do primeiro encontro, de forma a simplificar o processo, alinhando expectativas e reduzindo frustrações. Por Vera de Melo.
Criança aborrecida no Natal

Quem nunca ouviu perguntas desconfortáveis, ou até comentários inconvenientes sobre o que tem vestido, o seu peso, quando vai casar ou a sua escolha profissional? Por Vera de Melo.
Homem a apontar dedo

A falta de confiança cria armadilhas das quais se é muito difícil libertar. Por Vera de Melo.

Não é fácil para nenhuma mãe ou pai a separação dos seus filhos, colocando-os nas “mãos de outras pessoas”, mesmo de familiares. Por Vera de Melo.

A madrasta não é uma vilã de um filme, mas sim uma pessoa com qualidades e defeitos que ingressou numa família que se está a adaptar a uma nova realidade. Por Vera de Melo.

Como noutros processos emocionais, a constituição da autoconfiança ocorre por meio de experiências que se somam durante toda a vida. Por Vera de Melo.

Setembro marca o regresso às rotinas, e inevitavelmente as crianças regressam à escola. Sem dúvida que este regresso dos mais pequenos à escola é um marco para toda a família pelos inúmeros desafios que naturalmente acarreta. Por Vera de Melo.

Se ainda é daqueles que tem a ideia de que o trabalho é a sua vida, saiba que está desatualizado. Nos últimos tempos, “viralizou” uma nova postura face ao trabalho. Chama-se quiet quitting, em português, "demissão silenciosa". Por Vera de Melo.
mulher feliz com roupa colorida

Já parou para refletir sobre o que realmente significa qualidade de vida? Sabe o que é viver com qualidade? Por Vera de Melo.