Helena Sousa – Numerologia

Numeróloga. Escreve quinzenalmente à quinta-feira.

Sabia que existe uma associação dos números ao nosso mundo? Siga um exemplo relacionado com as plantas, flores, cores e símbolos do nosso dia-a-dia! Por Helena Sousa.

Este é o momento ideal para reajustes, pequenas alterações, fazer as coisas de forma diferente ou mesmo fazer mudanças internas para que possa ver a sua vida com novos olhos. Resolver o que está pendente e fechar capítulos será crucial para que maio seja o início de uma nova página. Por Helena Sousa.

Se cada número encerra uma vibração, números repetidos acentuam e reforçam essa vibração. E quando os números nos chamam a atenção, há uma mensagem a ser passada.

Neste mês, somos convidados a refletir sobre o sentido da nossa vida, a colocar pensamentos em ordem e acima de tudo autoconhecermo-nos para que consigamos enfrentar as mudanças de 2021 com mais maturidade. Por Helena Sousa.

O mês de dezembro fecha um ano desafiador mas cujo tempo voou, deixando a marca de um ano atípico na nossa História. Por Helena Sousa.

Atendendo às circunstâncias, as pessoas questionam como 2020 foi o ano da estrutura, da ordem e da estabilidade? Saiba o que diz a numerologia. Por Helena Sousa.

Este mês traz-nos a energia da família, dos laços afetivos, das pessoas que fazem parte da nossa vida e da comunidade. Por Helena Sousa.

Depois de colocarmos cada coisa no seu devido lugar no mês de setembro, criando uma estrutura interna independentemente de tudo, vem o mês de outubro com o tema da mudança! Por Helena Sousa.

Setembro convida-nos a revisitar as nossas fundações e raízes, largando o que nos limita em todos os sentidos, desde a forma como pensamos, sentimos e fazemos até mesmo a limpezas a fundo nas nossas coisas materiais, largando o velho para que em outubro a mudança aconteça para o bem de todos. Por Helena Sousa.

Descubra qual o número do seu caminho e qual o livro mais indicado para ler. Descubra também em que ano pessoal está e, no mesmo sentido, o livro mais indicado para ler nesta altura. Por Helena Sousa.