Ana Mecia Santos – Enfermagem Integrativa

Enfermeira de promoção de saúde e bem-estar. Escreve quinzenalmente à quinta-feira.

Quantos de nós não tivemos ao longo da nossa vida episódios de anemia? Quer em situações de gravidez, doença, hemorragias ou por outras causas. A anemia não constitui por si só uma doença especifica, mas sim sinal de uma disfunção subjacente. É, contudo, o distúrbio hematológico mais comum. Ana Mecia Santos.

A diabetes mellitus é um grupo de doenças metabólicas caracterizados por níveis elevados de glicose no sangue, a que chamamos hiperglicemia, que pode ser devido à insuficiente produção de insulina pelo organismo ou à insuficiente ação da insulina e, frequentemente, à combinação destes dois fatores. Por Ana Mecia Santos.

Hoje partilho convosco a minha preocupação com os familiares dos utentes com diagnóstico de Alzheimer. Gostaria de os consciencializar que, apesar de ter uma variante com carga hereditária, o facto de um familiar ter esta doença não consiste, à partida, numa sentença. Por Ana Mecia Santos.

Falar em viver com uma atitude e pensamento positivo nem sempre pode ser considerado uma tarefa fácil. Conhecendo a realidade hospitalar e de doença, tenho consciência da dificuldade que é uma pessoa portadora de dor crónica adquirir uma postura positiva em relação à vida quando vive assombrada pela dor. Por Ana Mecia Santos.

Em Portugal, a hipertensão tem um impacto significativo na saúde e qualidade de vida dos cidadãos, afetando cerca de 36% da população adulta. A 17 de maio assinala-se o Dia Mundial da Hipertensão. Por Ana Mecia Santos.

A Organização Mundial de Saúde despertou para o interesse em aprofundar a inclusão de um aspeto espiritual no conceito multidimensional de saúde. Tem-se então por espiritualidade o conjunto de todas as emoções e convicções de natureza não material, com a suposição de que há mais no viver do que pode ser percebido ou plenamente compreendido. Por Ana Mecia Santos.

Inúmeros estudos têm sido efetuados neste campo e evidências científicas comprovam os efeitos da meditação em todas as áreas que compõem o nosso ser, desde a componente física, psíquica, emocional e também espiritual. Por Ana Mecia Santos.

Tratar a saúde primeiro que a doença. Cada ano que passa ficamos mais velhos cronologicamente, no entanto, do ponto de vista biológico a forma como as pessoas envelhecem varia muito. Estamos codificados para viver até aos 120 anos, embora atualmente vivamos em média 78 anos. Por Ana Mecia Santos.

O olfato e a memória são processados no mesmo local do cérebro, motivo pelo qual estão bastante interligados. Podemos, por isso, utilizar os aromas para alterar estados de saúde e bem-estar, uma vez que estes têm a capacidade alterar o nosso estado emocional. Por Ana Mecia Santos.

A fadiga está presente em grande parte da população e tem um impacto avassalador na sociedade. Tem um impacto negativo na nossa saúde e qualidade de vida. A fadiga nem sempre está relacionada com causas físicas concretas, estas muitas vezes decorrem de fatores emocionais e psicológicos. Por Ana Mecia Santos.