Ana Luísa Pinho – Consumo

Responsável de Marketing. Escreve quinzenalmente à quinta-feira.
cassete e disco

O marketing e as marcas são feitas por e para pessoas e, por isso, estes sentimentos bons que transportamos nas gavetas da memória são preciosas ferramentas de envolvimento e de atração para as marcas. Por Ana Luísa Pinho.
jovem e televisão antiga

Eu faço parte daquela geração que viu a trilogia dos filmes do “Regresso ao futuro” e achou que tudo aquilo seria, para sempre, ficção. 36 anos depois (😮 como assim 36?) muitas das coisas que vimos o Marty McFly fazer são já uma realidade. Por Ana Luísa Pinho.

A pandemia de COVID-19 impactou todos os aspetos da nossa vida, até na maneira como nos vestimos. Andámos 14 meses a usufruir da nova moda de homewear, confortável e prática, de chinelos ou descalços, porque todos sabemos que desde março de 2020 o sapato não entra em casa para evitar também que o vírus entre. O nosso guarda-roupa e...

O défice na natalidade não pode ser apenas atribuído à crise pandémica, apesar de ter sido agravada por ela. É uma tendência que se tem vindo a observar nos últimos anos. Há marcas que pretendam entrar nesta jornada de promoção da natalidade e desenvolvem produtos ou serviços que tornam a parentalidade mais fácil. Por Ana Luísa Pinho.

Ao longo destes meses fomos mantendo as relações profissionais via Zoom e a proximidade com a nossa família e amigos mais íntimos nas videochamadas. O que não fomos capazes de manter foram aquelas relações resultantes de encontros casuais na copa do escritório, na passadeira do ginásio, no café de manhã ou com aqueles colegas, que não sendo amigos íntimos,...

O uso de imagens em campanhas de marketing permite passar as emoções que queremos transmitir com a nossa marca, produto ou serviço. Hoje em dia, conseguimos comunicar essas emoções apenas com um clique no teclado. Estou a falar de emojis! Por Ana Luísa Pinho.

A cada minuto de 2020, foram publicadas 150 mil fotos no Facebook, mais de 300 mil stories no Instagram e mais de 40 milhões de mensagens foram enviadas pelo WhatsApp. Este comportamento promove uma guerra entre marcas pela atenção do consumidor. Mas o consumidor, bem como os criadores de conteúdos, atingiram o seu ponto de saturação. Ninguém é capaz...

A liberdade a que estamos todos privados tem influência em muitas esferas da nossa vida. A criatividade é, sem qualquer dúvida, uma delas. O bloqueio criativo não é certamente exclusivo de uma minoria, mas é certamente mais preocupante para os profissionais que vivem da criação. Por Ana Luísa Pinho.

Nós, aqueles que cresceram com TV a preto e branco, dois canais e um ZX Spectrum que demorava tanto a ligar que perdíamos a vontade de jogar, fomos uns privilegiados. Fomos obrigados a treinar várias capacidades que nos são muito úteis nos dias de hoje enquanto adultos. A capacidade de esperar, a capacidade de gerir o tédio e a...

A ética sempre foi importante para as “boas” organizações, mas é ainda mais importante quando as sociedades atravessam uma pandemia. O momento que vivemos é daqueles em que as marcas, sobretudo as de saúde, têm de ter muito cuidado com a forma como se relacionam com o seu consumidor. Por Ana Luísa Pinho.