Home»ATUALIDADE»ESPECIALISTAS»Sugestões (estimulantes) de verão

Sugestões (estimulantes) de verão

Se quiser alternar as idas à praia com um workshop de pompoarismo, se estiver à procura de um livro para a melhor esplanada, ou ainda se quiser disfrutar de alguns vídeos no sofá da sua casa, ficam algumas sugestões para explorar. Sobre sexo, claro.

Pinterest Google+

ABC do adultério
“Adultério significa relação sexual voluntária entre uma pessoa casada e alguém que não é o seu cônjuge – e é a principal causa de divórcio em todo o mundo”, a definição de adultério é o isco de abertura da contracapa do livro ‘Dicionário Sentimental Do Adultério’, de Filipa Melo (Edições Quetzal).

 

Com olhos na história, literatura, arte e ciência, este dicionário transforma-se numa auspiciosa leitura sobre o adultério e as suas ramificações (amor, ciúme, casamento, sexo…). Embora não seja um manual de instrução para amantes, pode encontrar algumas sugestões de João Santos, detective privado, especialista em casos extraconjugais, bem como uma lista de instruções para melhor gerir os seus casos amorosos (os extras e os oficiais).

 

O abecedário da infidelidade aqui relatado é um deleite, próprio dos amantes. Fica a letra x, de X Fator: «Se no adultério existe sempre um número a mais, é porque no casamento existe sempre um a menos. Mas nem juntando um com o outro as contas batem certo. Isto porque no casamento, tal como no adultério, a matemática não se aplica; o amor ou o que confundimos com ele, é, antes, uma má temática. Os adeptos de Santo Agostinho dizem que o elemento desestabilizador é o sexo («O adúltero também é aquele que ama com demasiada paixão a sua mulher» chegou ele a defender). Não sabem do que falam. Com ou sem amor, num casamento com ou sem adultério, o sexo é a única variável que se mantém constante. Ou o Factor X.»

 
Prática assistida
Vai reunir os amigos para jantar? Para sobremesa ofereça-lhes uma tuppersex, uma demonstração informada e divertida sobre o uso de objectos sexuais para ócio adulto. Utensílios, ideias e boa dicas não faltam para disfrutar da actividade sexual. Não é Freud que explica, é a Carmo G. Pereira (Educadora sexual para adultos).

 

Para explorar e potenciar a fisiologia para o prazer, poderá optar por uma série de workshops, desde o pompoarismo (a arte de controle e movimento dos músculos vaginais) ou o sex it up (onde mulheres trocam experiências e informações acerca do prazer).

 

Se não quiser actividades de grupo, pode optar pelo aconselhamento privado, onde são exploradas as vivências sexuais, os seus receios e desejos, e potenciadas novas formas de prazer. Disponível a mulheres e casais hetero, gay, lésbicas, trans, queer e/ou poliamorosos.

 

Vice Slutever show

A curiosidade pela sexualidade e as suas práticas fez com que Karley Sciortino, quando estudava em Londres, escrevesse um blog sobre as suas experiências e as dos seus colegas de casa. O blog chamou a atenção da VICE e milhares de leitores seguiram os seus diários. Karley queria ser escritora. Regressada a Nova continuou a sua investigação e a escrita sobre relações e sexualidade. Neste momento, entre outras publicações, escreve a coluna Breathless na Vogue e dinamiza o site slutever.com.

 

Karley é apresentadora do Vice Slutever show, um programa que explora a diversidade das práticas sexuais, desmistificando a sexualidade e mostrando com humor e franqueza a forma como cada um vive e deseja viver o sexo. A ver.

Artigo anterior

Novo conceito de calçado vence Prémio Nacional Indústrias Criativas

Próximo artigo

Estudo comprova que contraceção influencia desejo sexual feminino