Home»ATUALIDADE»ESPECIALISTAS»Souping is the new juicing (ou como as sopas são os novos sumos detox)

Souping is the new juicing (ou como as sopas são os novos sumos detox)

Ainda antes do Dr. Oz e de celebridades como Gwyneth Paltrow ou Jennifer Aniston, por cá já reconhecíamos todos os benefícios inigualáveis desta estrela gastronómica. Bem combinados, os ingredientes podem criar um verdadeiro oásis nutricional e ajudar nos detox de inverno.

Pinterest Google+
PUB

Mudam-se os tempos… mudam-se as vontades e as tendências alimentares parecem não ser exceção… com as temperaturas mais frias, os sumos verdes deram lugar nas luzes da ribalta Hollywoodesca às sopas detox  de que tanto gostamos!

 

Sim porque as sopas podem ser excelentes aliados de uma perda de peso saudável e eficaz, basta sabermos escolher corretamente os ingredientes e transformar as nossas tradicionais receitas em receitas mais completas, variadas, funcionais e desintoxicantes!

 

Quem diria há 5-10 anos atrás que as sopas iriam virar moda!? Somos um país de sopa. Não há casa onde não se prepare uma boa sopa de legumes. Ela é tão frequente que muitas vezes não nos apercebemos desta forte componente nutricional, e da sorte de a termos na nossa dieta diária. Claro que há uma grande variedade de sopas, umas mais saudáveis e equilibradas que outras. O que é certo é que a sopa pode e deve ser um elemento central na nossa dieta detox.

 

VEJA TAMBÉM: PRECISA DE UM DETOX? VEJA ESTAS SOLUÇÕES PARA CORRIGIR EXCESSOS COMETIDOS

 

Ainda antes do Dr. Oz e de celebridades, como Gwyneth Paltrow ou Jennifer Aniston, por cá já reconhecíamos todos os benefícios inigualáveis desta estrela gastronómica! Nem todas as sopas são iguais, é uma verdade, e por vezes encontramos receitas que constituem assustadoras bombinhas disfarçadas… contudo, se bem combinados, os ingredientes podemos perfeitamente encontrar um verdadeiro oásis nutricional e uma ferramenta maravilhosa para os tão afamados detox de inverno!

 

Nesta época do ano, a nossa temperatura corporal baixa e, portanto, fisiologicamente, o nosso organismo aumenta as exigências energéticas a fim de permitir a manutenção da sua temperatura interna. Se por um lado é ótimo porque gastamos mais energia, por outro lado, aumenta-nos o apetite e a procura por alimentos mais quentes ou mais energéticos (diga-se calóricos). Assim sendo, nada melhor do que procurar estes meses do ano, aproveitando a benesse do nosso metabolismo, para conseguirmos atingir a silhueta que tanto desejamos, mas claro, sem passar fome.

 

Com esta preocupação em mente e a fim de dar resposta às necessidades dos meus pacientes e seguidores, comecei a pegar nas minhas tradicionais receitas de sopa, as das nossas avós, e comecei a alterá-las. Na cozinha, comecei a fazer experiências, misturando ingredientes específicos, de forma a torná-las ainda mais saudáveis, equilibradas, saborosas e, claro, com uma função desintoxicante.

 

O resultado destas combinações de ingredientes é o que partilho no livro “Sopas, Saladas e Chás Detox”, onde reúno um capitulo dedicado exclusivamente ao tema das sopas detox, sugerindo uma série de receitas para que consiga reproduzir em sua casa.

 

Afinal quais os benefícios de uma sopa detox

– Útil para quem quer perder peso, mas também para quem sofre de falta de apetite, ou para quem não gosta de vegetais apresentados na sua forma tradicional;

– Confere sensação de plenitude e satisfação quer pela riqueza em água, legumes e hortaliças, quer pela temperatura a que é vulgarmente consumida;

– Consumida no início de uma refeição aumenta a produção biliar, ajudando a reduzir os valores de colesterol sanguíneos;

– Rica em fibra alimentar é altamente saciante, ajuda a regular os níveis de açúcar sanguíneo, a reduzir os níveis de colesterol e a manter um correto funcionamento intestinal;

– Promove a libertação gradual de insulina, saciando de uma forma mais rápida e eficaz;

– Ótima reguladora de apetite para alturas de maior descontrolo alimentar. Quando utilizada como entrada ou no início da refeição diminui o apetite para o segundo prato, normalmente mais rico em calorias;

– Fornece uma quantidade modesta de hidratos de carbono de absorção lenta;

– Não possui quantidades significativas de tóxicos, anti nutrientes ou alergénios;

– Ideal para qualquer idade e para qualquer estado de saúde dependo da sua composição;

– Económica, prática e rápida;

– Ótima alternativa para refeições leves, fácil de transportar e levar para o trabalho;

– Pode ser preparada com antecedência, armazenado e reaquecida na hora de consumir sem perdas nutricionais.

 

Artigo anterior

Tofu à Lagareiro

Próximo artigo

Estratégias para acabar com a desmotivação no trabalho