Home»ATUALIDADE»EDITORIAL»Sol, amigo e inimigo

Sol, amigo e inimigo

«No meio é que está a virtude’, ‘Nem tanto ao mar, nem tanto à terra’. São apenas dois provérbios que nos alertam para a importância da moderação. E, no que respeita ao sol, isso é muito verdade

Pinterest Google+

Sabemos dos seus perigos. Do melanoma ao envelhecimento precoce da pele. Mas também sabemos das suas virtudes. É fonte natural de vitamina D. Esta, por sua vez, ajuda a combater a depressão, reforça o sistema imunitário, ajuda a fixar o cálcio nos ossos, etc, etc.. Sobre vitamina D temos muitos artigos na Mood.

 

Porém, também sabemos que há estudos para tudo e mais alguma coisa, que defendem e que condenam. Não há verdades absolutas. Acho sempre que devemos ouvir, mas tirarmos as nossas conclusões, com base no bom senso.

 

No caso do sol, apanhar todos os dias, mas a horas ‘saudáveis’. Sair numa paragem antes do emprego, passear o cão ao final do dia, conviver numa esplanada numa pausa para café, usar protetor com consciência, conhecer o seu tipo de pele e a sua reação ao sol… Como mais uma vez diz um ditado: ‘De médicos e de loucos, todos temos um pouco’.

 

Sim, é preciso cuidado. Sério. Mas o sol faz-nos bem. Não é por acaso que os habitantes de países com maior exposição solar são mais bem-dispostos, descontraídos e relaxados. Não é por acaso que ansiamos pelo verão. Há sol, somos mais felizes.

 

Não é assim também consigo? Aproveite o verão que está a começar e recarregue baterias. Com bom senso, o astro-rei ajuda a cuidar de si.

 

Boa semana.

 

Artigo anterior

As boias em forma de cisne estão na moda e esta é a maior do mundo

Próximo artigo

Praias tranquilas no Algarve