Home»BEM-ESTAR»CORPO»Sexo do bebé desempenha papel na imunidade da mulher grávida

Sexo do bebé desempenha papel na imunidade da mulher grávida

Durante anos as mulheres têm reivindicado que os seus corpos reagem de diferentes formas caso estejam gravidas de uma menina ou de um menino. Este estudo enfatiza a proposição.

Pinterest Google+
PUB

O sexo do bebé influencia a resposta imunológica do corpo da mulher durante a gravidez, de acordo um estudo a cargo de investigadores do Centreo Médico da Universidade do Estado de Ohio, EUA.

 

Foram seguidas 80 mulheres ao longo das suas gravidezes. Nesse período, foi examinado se estas exibiam diferentes níveis de marcadores relacionados com a imunidade, designados citocinas, consoante o sexo do feto. Foram conduzidas análises para verificar os níveis de citocinas no sangue das mulheres e os níveis em amostras de células imunológicas que foram expostas a bactérias em laboratório.

 

Veja também: Gravidez altera estrutura cerebral da mulher

 

Embora as mulheres não tenham exibido diferenças nos níveis de citocinas sanguíneas com base no sexo fetal, descobriu-se que as células imunológicas de mulheres portadoras de fetos femininos produzem mais citocinas pró-inflamatórias quando expostas a bactérias.

 

A inflamação é uma parte crítica da resposta imunológica envolvida na cicatrização de feridas e em respostas a vírus, bactérias e doenças crónicas. No entanto, a inflamação excessiva provoca imenso stress no corpo e pode contribuir para sintomas como mal-estar e fadiga.

 

Veja também: Infeções na gravidez podem causar surdez no feto

 

Embora seja necessária mais investigação, a inflamação elevada observada entre as mulheres que transportam fetos femininos pode explicar a tendência de as mulheres a experimentarem sintomas exacerbados de algumas condições médicas, incluindo asma, ao transportar um feto feminino versus um feto masculino.

 

Embora a inflamação materna possa afetar os resultados relacionados com o feto, como o momento do nascimento, é necessária mais pesquisa para entender como o sexo fetal está associado à inflamação materna.

Artigo anterior

As unhas vermelhas voltaram na Semana de Moda de Nova Iorque

Próximo artigo

Como camuflar uma barriguinha