Ser pai

Sabemos que estes ‘dias’ são instituídos maioritariamente para chamar a atenção para alguma lacuna na sociedade. Neste caso, o reconhecimento da grandeza e de todos os direitos e deveres de ser pai.

Pinterest Google+
PUB

O Dia do Pai celebra-se a 19 de março. Esta data varia de país para país, mas por cá coincide com o dia de São José, santo popular da igreja católica (marido de Maria, mãe de Jesus Cristo).

 

Celebrámos recentemente o Dia da Mulher e existe o Dia da Mãe. Porém, não existe o Dia do Homem, que eu saiba, mas existe o Dia do Pai.

 

Sabemos que estes ‘dias’ são instituídos maioritariamente para chamar a atenção para alguma lacuna na sociedade. Neste caso, o reconhecimento da grandeza e de todos os direitos e deveres de ser pai.

 

Estes assuntos de criar filhos e de ter amor pelos filhos são ainda muito associados à mulher, mas, creio – não sendo eu pai, mas sim mãe – que o amor é igualmente arrebatador. E se é preciso que haja um ‘dia’ para relembrar a sociedade do carinho do pai e pelo pai, pois que assim seja.

 

E a tal questão meramente comercial associada aos ‘obrigatórios’ presentes? Não me faz confusão nenhuma. Se é a forma que a sociedade consumista em que vivemos encontrou de assinalar o dia, tudo bem. Não tem de ser assim e não invalida que não se faça de outra forma.

 

Mas existem muitas formas e os pais apreciam sobretudo as que vêm do íntimo. Pode ser com um poema de Florbela Espanca…

 

Poema para o Dia do Pai
Ter um Pai! É ter na vida
Uma luz por entre escolhos;
É ter dois olhos no mundo
Que veem pelos nossos olhos!

 

Ter um Pai! Um coração
Que apenas amor encerra,
É ver Deus, no mundo vil,
É ter os céus cá na terra!

 

Ter um Pai! Nunca se perde
Aquela santa afeição,
Sempre a mesma, quer o filho
Seja um santo ou um ladrão;

 

Talvez maior, sendo infame
O filho que é desprezado
Pelo mundo; pois um Pai
Perdoa ao mais desgraçado!

 

Ter um Pai! Um santo orgulho
Pró coração que lhe quer
Um orgulho que não cabe
Num coração de mulher!

 

Embora ele seja imenso
Vogando pelo ideal,
O coração que me deste
Ó Pai bondoso é leal!

 

Ter um Pai! Doce poema
Dum sonho bendito e santo
Nestas letras pequeninas,
Astros dum céu todo encanto!

 

Ter um Pai! Os órfãozinhos
Não conhecem este amor!
Por mo fazer conhecer,
Bendito seja o Senhor!

 

Feliz Dia do Pai.

Artigo anterior

Mercado na ModaLisboa permite hoje trocar peças de roupa

Próximo artigo

Argila: saúde e beleza através dos oligoelementos naturais