Home»LAZER»DICAS & VIAGENS»Segredos escondidos sobre o Vietname

Segredos escondidos sobre o Vietname

Conhecido como o “último dragão a acordar”, o Vietname é hoje um dos destinos mais em voga no Sudeste Asiático. Com praias de sonho, montanhas, vastas florestas e cidades dinâmicas, o país oferece a quem o visita paisagens deslumbrantes e experiências inesquecíveis. Muitos são, porém, os segredos que este destino, que faz fronteira com a China e o Camboja, deixa por contar. A agência de viagens The Wanderlust, que explora este destino de mochila às costas, desvenda alguns dos segredos mais bem escondidos do país.

Pinterest Google+

Possui umas das novas 7 maravilhas da natureza

Halong Bay é um cenário digno de ser apreciado num cruzeiro ao londo das suas ilhas e ilhotas.  A cerca de 165 Km da capital Hanói, no nordeste do país, encontramos o cartão postal do Vietname, Halong Bay, Património da UNESCO desde 1994. Às suas cerca de 1600 ilhas e ilhotas, que formam uma espetacular paisagem marítima de afloramentos calcários, junta-se o seu grande interesse biológico, que recentemente lhe valeu o prémio de uma das 7 Novas Maravilhas da Natureza do Mundo.

 

É no Vietname que se localiza a cidade mais antiga do Sudeste Asiático

Hanói é a segunda maior cidade do Vietname, a seguir a Ho Chi Minh City. Contudo, nada lhe fica a dever, no que a história diz respeito. Fundada 454 anos AC, e habitada desde pelo menos há 3000 anos AC, esta é a cidade mais antiga de todo o Sudeste Asiático. Tem, atualmente, 1565 anos. Entre os anos de 1010 e 1802, serviu como centro político crucial do país, tornando-se na sua capital a 6 de janeiro de 1946. O Lago Hoan Kiem é o coração da cidade e um ótimo local para testemunhar a vida local.

 

VEJA TAMBÉM: UMA VIAGEM DE MOTA PELO VIETNAME… NO FEMININO

 

O paraíso do café…com ovo

O café com ovo surgiu nos anos 40 na cidade de Hánoi. Sendo o segundo maior produtor de café do mundo, o primeiro é o Brasil, a cultura do café no Vietname está bastante enraizada.  O seu modo de preparação tradicional inclui o uso de um filtro metálico perfurado, o phin, que se coloca no topo de um copo ou chávena, num processo de filtragem que pode demorar até 15 minutos. A base, forte, de sabor agridoce e textura exuberante, é usada para preparar uma das cerca de seis variedades de café existentes no país, baseadas nas suas características e ingredientes. Uma das variedades que, por norma, causa mais espanto nos viajantes é o café com ovo, preparado à base de café, leite condensado e…ovo. Uma delícia, que merece ser provada.

 

Maiores dunas de areia do Sudeste Asiático

As Dunas de Areia Branca, localmente conhecidas como Bau Trang ou “Lago Branco”, encontram-se a uma hora de carro do centro de Mui Ne. Esta não é apenas a capital da adrenalina do Vietname, mas também o local onde podemos encontrar as maiores dunas de areia do Sudeste Asiático. Os seus cenários são facilmente confundíveis com os do Deserto Saara, dada a sua vasta extensão de terra estéril, com belos padrões gravados na areia em constante mudança pelo vento. Para observar este fenómeno geológico, aconselham-se dois locais distintos: as Dunas de Areia Vermelha (Red Sand Dunes) e as Dunas de Areia Branca (White Sand Dunes).

 

VEJA TAMBÉM: NA CHINA ESTÁ A NASCER A PRIMEIRA CIDADE FLORESTA DO MUNDO

 

Grande parte dos vietnamitas chamam-se Nguyen

O nome chinês Ruan está na origem do nome vietnamita. Quem conhece um vietnamita, certamente conhece um Nguyen! Este é o nome de família mais popular no Vietname, usado por cerca de 40% da população. A sua origem não é bem conhecida, contudo suspeita-se que começou durante o controlo chinês, época em que os súbditos adquiriam o nome do seu governador como forma de mostrar a sua lealdade. A última dinastia no país foi precisamente a Nguyen, que governou de 1802 a 1945.

 

Artigo anterior

Alimentos praticamente sem calorias

Próximo artigo

Melhor bartender de Portugal realiza tour pelo país