Home»ATUALIDADE»ESPECIALISTAS»Saúde oral na grávida: mitos e cuidados

Saúde oral na grávida: mitos e cuidados

Durante a gravidez, o corpo da mulher sofre algumas alterações que poderão ter implicações na sua saúde oral. Conheça os cuidados a ter e desvende alguns mitos.

Pinterest Google+
PUB

Desta forma, é aconselhável que os cuidados com a mesma comecem ainda antes de engravidar, marcando uma consulta prévia na qual será feita uma revisão para perceber e/ou tratar qualquer patologia já existente e também para instruir a grávida sobre os cuidados a ter nesta nova etapa da sua vida.

 

Existem alguns mitos que convêm desmentir, nomeadamente o de que a gravidez enfraquece os dentes porque há perda de cálcio para o desenvolvimento do bebé. A gravidez, por si só, não enfraquece os dentes da mãe, mas, devido a alterações dos hábitos alimentares da grávida (que muitas vezes come mais frequentemente), à diminuição dos cuidados de higiene oral e a uma maior acidificação do pH da saliva (quando há náuseas e vómitos), pode haver um risco aumentado de aparecimento de cáries.

 

Caso tal aconteça e surgir uma situação em que o tratamento dentário é inevitável, a grávida pode ser tratada e medicada, mesmo que haja a necessidade de anestesia, sem qualquer tipo de risco para o bebé.

 

Na realidade, uma infeção oral na mãe é mais prejudicial para o feto do que o seu tratamento. Apenas se aconselha particular cuidado na realização de radiografias, que deverão ser sempre feitas recorrendo ao uso do avental de chumbo para proteger a zona abdominal.

 

É também importante as mães saberem que as crianças até aos 3 anos de idade são bastante mais vulneráveis à transmissão da bactéria responsável pelo surgimento de cárie (Streptococcus Mutans) através de hábitos, como o de soprar ou provar pelo mesmo talher  a comida do bebé e colocar a chupeta na sua boca antes de a dar à criança, sendo por isso relevante o estado de saúde oral da mãe para que não se torne ela mesma uma fonte de transmissão.

 

De forma a prevenir o aparecimento de cáries, a grávida deverá ter uma dieta equilibrada e evitar alimentos açucarados, principalmente fora das refeições, deve usar o fio dentário uma vez por dia e escovar os dentes pelo menos duas vezes por dia, e, por fim, fazer visitas regulares ao dentista.

Artigo anterior

Natalis: o mercado onde pode fazer todas as compras de Natal está de volta

Próximo artigo

Passe o Natal… sem dores nas costas