Home»VIDA»ALTERNATIVAS»Saúde oral na Ayurveda: remédios ancestrais para bocas sorridentes

Saúde oral na Ayurveda: remédios ancestrais para bocas sorridentes

As manifestações na boca revelam os desequilíbrios e perturbações no organismo, que precisam de ser restauradas para que os parâmetros ideias de equilíbrio retornem à normalidade.

Pinterest Google+

Higiene oral na Ayurveda

A higiene oral está habitualmente associada à limpeza regular dos dentes, gengivas e língua. A questão é como e com o que fazer a limpeza, para que seja a mais eficaz possível. As receitas da Ayurveda, descritas em textos antigos, foram aplicadas por milénios; elas passaram por um longo teste do tempo. Tudo nestas receitas é livre de artifícios, sem efeitos colaterais, preservando a microflora natural e útil do corpo humano, e podem ser usadas por adultos e crianças.

 

Os dentífricos ayurvédicos correspondem a esse princípio – eles são feitos a partir de extratos vegetais selecionados, minerais naturais, combinados com óleos essenciais à base de glicerina vegetal. Também é utilizado cálcio – geralmente oriundo de conchas – moído finamente como abrasivo.

 

A ação destas pastas é anti-inflamatória e antisséptica. A pasta de dentes de neem que combina o extrato de folhas da planta com outras ervas é bastante popular. Usada regularmente, ela protege e previne de forma eficaz os problemas dentários. No entanto, se a higiene oral for deficiente e desenvolverem-se doenças na cavidade oral, a pasta de neem pode ser usada para eliminar os problemas. O dentífrico de neem previne e trata também o sangramento das gengivas e, no caso de uma doença periodontal, reduz a fraqueza dos dentes, fortalece o esmalte e remove a placa dentária. A pasta também ajuda a parar as infeções da gengiva, fortalece os tecidos moles danificados e as raízes dos dentes. São habitualmente usados pequenos ramos de neem como escovas de dentes que massajam as gengivas e limpam os dentes.

 

Outro dentífrico ayurvédico comum é feito à base de extrato de manjericão sagrado – tulsi, que, com a sua ação antibacteriana, realiza uma boa desinfeção, fortalecendo também as raízes dos dentes, e limpando as feridas da boca.

 

O cravinho da índia é habitualmente usado para dentes sensíveis, tem um efeito analgésico e é útil para tratar as cáries, periodontites, e estomatites. O óleo de cravinho da índia incluído na pasta neutraliza a cárie, age de forma antisséptica e anti-inflamatória, e refresca a respiração. A pasta de dentes de cravinho dá lustro aos dentes, fortalece o esmalte, evita cálculos, e evita a inflamação na boca. Existem várias outras opções, e a Ayurveda recomenda a troca regular de dentífricos.

 

É especialmente importante para a Ayurveda limpar a língua que é porosa e reúne milhões de micróbios, muco e comida. A língua é um ambiente favorável ao desenvolvimento de uma variedade de microrganismos que podem causar inflamação. Portanto, é necessário, de acordo com a Ayurveda, limpar a língua após cada refeição usando uma ferramenta de limpeza especial feita de cobre, ouro ou prata. Estes materiais são adequados porque são facilmente esterilizados e têm um efeito antibacteriano. A limpeza é feita de forma específica. Começa-se com um gargarejo com água e depois com óleo, com o objetivo de hidratar, lubrificar e descontaminar a boca. Gargarejar com óleo resulta num forte efeito de limpeza já que todos os germes perecem com o óleo. Pode ser usado o azeite, o óleo de girassol, o óleo de coco, o óleo de sésamo, prensados a frio. O método é muito eficaz contra feridas na boca, bem como aftas.

 

Nos tempos antigos, as pessoas usavam galhos de plantas amargas para limpar os dentes. As propriedades antimicrobianas dos galhos de sabor amargo ajudam a manter a boca saudável e livre de germes. As plantas com sabor picante também expulsam as toxinas da boca e combatem o mau hálito. Os galhos de árvores de neem, manga e peepal são mais comumente usados para higiene oral. O galho deve ter 25 cm de comprimento e a espessura dos dedos para que possa ser facilmente segurado. Para usar o galho como uma escova, primeiro tem de se roer a ponta e depois esfregar com cuidado os dentes. Os fios fibrosos dos galhos funcionam também em parte como o fio dental, trazendo o benefício da sua propriedade amarga, que anula a acidez produzida naturalmente na boca após uma refeição.

 

A forma correta de escovar os dentes

Os dentes devem ser escovados adequadamente por pelo menos dois minutos. Usar de escovadelas curtas e suaves para cobrir todos os cantos da boca. Limpar especificamente entre as fendas dos dentes e, no caso de se usar um galho, movê-lo em movimentos circulares para limpar adequadamente os dentes. É recomendado que a lavagem dos dentes seja acompanhada da raspagem da língua. Na Ayurveda recomenda-se raspar a língua imediatamente após escovar os dentes. A raspagem completa o processo de higiene oral. Ajuda a remover o revestimento de restos ou acumulo da língua, responsável pelo mau odor, produzindo uma boca fresca e limpa.

 

Tratamento ayurvédico para problemas dentários

A Ayurveda tem vários remédios e técnicas para sanar vários problemas dentários. Tendo em conta a vastidão de receitas tradicionais serão mencionadas apenas algumas das mais usuais.

 

A origem de várias doenças dentárias reside muitas vezes na falta de zinco, magnésio e cálcio. Nesse caso, é muito eficiente usar o Chyavanprash. Esta preparação, conhecida desde os tempos antigos, é uma compota constituída por cerca de quarenta ingredientes naturais – frutas em pó, ervas, e conchas do mar em pó. O Chyavanprash ajuda a recuperar o esmalte dos dentes e a fortalecer as gengivas. Aplica-se na gengivite, doença periodontal, estomatite por até 3 meses. A dose para adultos é de uma colher de sopa até 3 vezes ao dia, e para as crianças – um terço da colher tomada pela manhã. No entanto, esta preparação tem contraindicações, portanto, sua ingestão, assim como qualquer medicamento, deve ser acompanhada por um médico ayurvédico.

 

No esmalte fino e na deficiência de cálcio, é útil mastigar sésamo e, após formada uma pasta, esfregá-la nos dentes e gengivas, sendo obtida uma fina e delicada limpeza dos dentes, estimulando também as gengivas. É bastante benéfico a aplicação de uma massagem com óleo de sésamo, contudo se houver um desequilíbrio de Pitta, ele deve ser substituído por óleo de coco.

Artigo anterior

Cientistas identificam os lábios femininos mais sexy

Próximo artigo

Leguminosas portuguesas chegam ao mercado em embalagens mais amigas do ambiente