Home»VIDA»ALTERNATIVAS»Saúde oral na Ayurveda: remédios ancestrais para bocas sorridentes

Saúde oral na Ayurveda: remédios ancestrais para bocas sorridentes

As manifestações na boca revelam os desequilíbrios e perturbações no organismo, que precisam de ser restauradas para que os parâmetros ideias de equilíbrio retornem à normalidade.

Pinterest Google+

Na Ayurveda, os dentes são considerados parte do tecido ósseo Astidhatu, e as plantas tomadas internamente para fortalecer o Astidhatu, ou seja, o esqueleto e as articulações, são benéficos para a saúde dos dentes a longo prazo. É dada particular atenção à cavidade oral, muito para além do cuidado com os dentes e gengivas saudáveis, sobretudo como um “centro de diagnóstico” do corpo. De acordo com a língua – tamanho, espessura, secura, humidade, cor, dentes impressos nas laterais, pólipos, superfície sulcada, etc., o médico ayurvédico lê e interpreta os sinais como um mapa do corpo, e para além do dosha do paciente, é possível também diagnosticar os desequilíbrios de energia no corpo, e os problemas de saúde que ocorreram nos vários órgãos e sistemas do organismo.

 

As doenças dentárias indicam um desequilíbrio de Vata, enquanto o Kapha é geralmente responsável pelo surgimento de cavidades orais. A inflamação na maioria dos casos está relacionada com um desequilíbrio do Pitta. As manifestações na boca revelam os desequilíbrios e perturbações no organismo, que precisam de ser restauradas para que os parâmetros ideias de equilíbrio retornem à normalidade, e as causas das doenças possam ser eliminadas.

 

Tendo em conta o importante papel da saúde oral na Ayurveda fica justificada a extensa pesquisa sobre a mesma, e o estudo das doenças, as causas e o tratamento eficaz dessa área do corpo, desde tempos antigos. Por milhares de anos, a Ayurveda possui um sofisticado sistema de remédios e métodos de tratamento para problemas orais – do mau hálito às doenças dos dentes e gengivas: cáries, abcessos, púlpitos, fístulas, gengivites, cálculos, etc.

 

Os remédios ayurvédicos incluem analgésicos urgentes e medicamentos para aplicação mais duradoura, e têm efeito na cicatrização dos dentes e das gengivas. É aplicado o princípio aplicado ayurvédico para todas as doenças, colocando-se o foco na prevenção, muito além da manutenção da higiene oral. E, de facto, a higiene é a melhor resposta para uma boca sorridente.

 

Desafios ao sorriso saudável

A doença mais comum dos dentes é a cárie.  Na cárie, o dente é corroído, formando-se uma cavidade que sem tratamento desenvolve uma corrosão continua em profundidade, que pode resultar na remoção do dente. Esta doença é causada por bactérias.

 

Existem muitos microrganismos na boca que podem exceder em um milhão, duas a três horas após uma cuidadosa lavagem dos dentes. As bactérias aderem aos dentes e destroem o esmalte, e os danos do tecido continuam em profundidade. O processo pode durar anos, existem várias etapas – dano primário do esmalte, cárie superficial, média e profunda. À medida que a doença se desenvolve, a dor ocorre como resultado do consumo de bebidas quentes ou frias, além de doces.

 

A periodontite carateriza-se pelo sangramento durante a escovagem dos dentes, inchaço e vermelhidão das gengivas, dor durante a mastigação ou ao tocar no dente, paladar e respiração desagradável, perda do osso de suporte ao redor do dente, deslocamento e desnudação dos dentes, e supuração nas gengivas. É a inflamação dos tecidos ao redor do dente que o mantêm estável – gengivas, ossos ao redor do dente, tecido conjuntivo. A causa é o cálculo e a placa que se acumulam entre a superfície do dente e a linha da gengiva.

 

A placa é proveniente de resíduos alimentares que se mineralizaram e endureceram com o tempo. Possui microrganismos que liberam toxinas e causam inflamação. Com o tempo, o dano dos tecidos começa. A gengiva afasta-se gradualmente do dente e abre nichos para novas bactérias, resultando em mais complicações.

 

A estomatite é uma inflamação na cavidade oral causada por várias infeções. Na maioria das vezes, é causada por lesões, mas também pode ser causada por reações alérgicas a alimentos, por exemplo, ou falta de vitaminas e minerais, especialmente a vitamina B. Os sintomas de estomatite variam de acordo com a causa.

 

Na estomatite aftosa, as feridas aparecem nas gengivas, bochechas, língua e parte interna dos lábios. As úlceras podem ser únicas, ou podem ser agrupadas numa parte específica da boca. O herpes é uma infeção que geralmente afeta crianças pequenas, onde a temperatura aumenta, ocorre fraqueza, os gânglios linfáticos ficam inchados, proporcionando o surgimento de erupções cutâneas dentro da boca.

Artigo anterior

Cientistas identificam os lábios femininos mais sexy

Próximo artigo

Leguminosas portuguesas chegam ao mercado em embalagens mais amigas do ambiente