Home»BEM-ESTAR»CORPO»Pés de fora: saiba escolher chinelos corretamente

Pés de fora: saiba escolher chinelos corretamente

A podologista Christina Long alerta para as falhas de proteção que o calçado mais antigo do mundo oferece aos pés e recomenda o seu uso apenas em situações específicas.

Pinterest Google+
PUB

A podologista Christina Long alerta para as falhas de proteção que o calçado mais antigo do mundo oferece aos pés e recomenda o seu uso apenas em situações específicas.

 

Esta simples peça não consegue proteger os 26 ossos, 33 articulações e 100 músculos, tendões e ligamentos que compõem o pé. Por isso, veja de seguida algumas recomendações a ter em conta na hora de comprar ou usar chinelos.

 

Desgaste

Inspecione os seus pares mais antigos e descarte qualquer um que mostre sinais de desgaste severo.

 

Material

Prefira chinelos feitos em pele macia e de alta qualidade. A pele minimiza o risco de fazer bolhas e outros tipos de irritação.

 

Maleabilidade

Dobre delicadamente o chinelo de ponta a ponta, assegurando-se de que se dobra no fundo do pé. Sapatos de qualquer tipo nunca devem dobrar pela metade.

 

Tamanho

Certifique-se de que o seu pé não sai do chinelo. Todos os seus sapatos devem ser ligeiramente mais longos do que os pés.

 

Onde usar

Utilize chinelos apenas em situações específicas, como na praia, piscina ou balneários públicos.

 

VEJA TAMBÉM:

SAIBA COMO TRATAR CALOS E CALOSIDADES

PÉS DELICADOS: COMO PREVENIR AS CALOSIDADES

PRÁTICA DESPORTIVA: OS CUIDADOS A TER COM OS PÉS E COM O CALÇADO

Artigo anterior

Festival Cidades Resilientes debate futuro dos espaços urbanos

Próximo artigo

Cuidados a ter com os cabelos no verão