Home»GLAMOUR»BELEZA»Pés ao léu: saiba como tratar calos e calosidades

Pés ao léu: saiba como tratar calos e calosidades

Não tarda e os pés voltarão a estar mais à vista, mas eis que surge 'aquele' problema! Os calos e as calosidades são uma defesa do organismo a uma pressão excessiva sobre a pele. Para tratá-los, existem alguma dicas recomendadas por dermatologistas.

Pinterest Google+
PUB

Os calos e as calosidades resultam da fricção ou pressão persistente sobre a pele. Na verdade, estes desenvolvem-se naturalmente com o intuito de ajudar a proteger a pele debaixo deles. E a maioria até desaparece quando deixa de haver fricção ou pressão na zona.

 

«Os calos podem-se desenvolver em qualquer parte do corpo onde haja uma fricção repetida, tais como as pontas dos dedos de um guitarrista ou nas palmas das mãos de um mecânico», explica Nada Elbuluk, dermatologista e professora  de dermatologia no Centro Médico Langone, da Universidade de Nova Iorque (EUA).

 

VEJA TAMBÉM: OS CUIDADOS A TER COM OS PÉS E COM O CALÇADO

 

«Geralmente, os calos desenvolvem-se no topo e nas laterais dos dedos dos pés e nas pontas do pés, e as causas mais comuns são a artrite ou os sapatos mal ajustados».

 

Por vezes, os calos e as calosidades nos pés são confundidos com verrugas plantares, pois parecem ligeiramente semelhantes a quem não é especialista no assunto. No entanto, as verrugas plantares têm pequenos pontos pretos dentre delas e esses pontos são, na verdade, pequenos vasos sanguíneos.

 

Por norma, as verrugas plantares tendem a ser mais dolorosas quando a pressão é aplicada para os lados das verrugas, e nos calos e calosidades a dor é mais intensa sob pressão direta.

 

Para saber como tratar dos calos e calosidades corretamente verifique na galeria as dicas dadas pela dermatologista Nada Elbuluk.

 

Artigo anterior

Rejuvenescimento genital não cirúrgico

Próximo artigo

Quão perto está o seu médico de família?