Home»BEM-ESTAR»COMPORTAMENTO»Sabe o que quer neste Natal?

Sabe o que quer neste Natal?

Será que quer o mesmo que eu? Será que outros querem o mesmo? Ao ler este texto vai descobrir. Então, imagine que descobre o que mais quer, o que os outros mais querem e oferece isso. Como seriam os seus dias?

Pinterest Google+

Há uns anos, nesta altura festiva, uma música que passava na televisão ficou na minha memória (e na de muitas pessoas que conheço). Era uma música a publicitar um produto para ser oferecido como prenda de Natal. Começava com “P’ró Natal, o meu presente, eu quero que seja…”. Se conhece, com certeza terminou a frase da música e, provavelmente, agora ela vai ficar na sua cabeça durante algum tempo. 😀

 

Lembro-me de escrever os meus desejos ao Pai Natal. Lembro-me de responder à pergunta da minha mãe sobre o que queria para o Natal. Lembro-me de passar a ouvir algumas respostas de adultos sobre o Pai Natal não existir, ou que não se podia ter tudo o que se queria, ou que algum pedido era impossível. E deixei de pedir, de pensar e de intencionar que algum objetivo meu se concretizasse. Talvez tenha passado por experiência semelhante. Não falo do que quero em situações diárias, como tomar café. Se quero um café, claro, peço-o e faço acontecer. Falo dos objetivos grandes. O que quero para mim? Que vida quero ter? Como quero estar?

 

De deixar de intencionar o que se quer até deixar de agir para alguns objetivos se concretizarem vai um pequeno passo. Este vem depois de se deixar de acreditar. Melhor, de se passar de acreditar “sim” para acreditar “não”. Acreditar que não dá, que não é possível, que não fiz algo bem (ou que fiz algo mal), que não mereço, que não sou suficiente, que não … aff!

 

Na canção Trem-Bala, por Ana Vilela, ouvimos “não é sobre tudo o que o seu dinheiro é capaz de comprar”, “também não é sobre correr contra o tempo para ter sempre mais”, “a gente é só passageiro prestes a partir”. Não sei se sei sobre o que é. Mas estou curioso e disponível para descobrir. A cada momento.

 

Então é sobre o quê? O que quero eu? Realmente. O que quer? O que querem os outros? Talvez dinheiro. Viajar. Ter trabalho. Ter a casa paga. Saber que os filhos ficarão bem. Mas para quê? O que acontece ao ter isso? Como se sentirá? Acredito a mil por cento que esta é uma das chaves. Descobrir como me quero sentir exactamente, na vida, em cada momento. Nas pessoas que ajudo, e também comigo, surgem respostas como sentir-me bem, sentir-me suficiente, sentir-me amada, que sou aceite, que estou bem. E aí, nesse momento, o que acontece? Ah!… Aí acontece algo extraordinário. A experiência observada e reflectida mostra-me que surgem as realmente desejadas paz, serenidade, tranquilidade. Estar bem.

 

O que desejo eu este Natal? Desejo que descubra como estar em paz, feliz, com serenidade, a sentir-se bem a maior parte do seu tempo. Independentemente do que estiver ou venha a acontecer na sua vida. Que esteja bem com as suas escolhas, e as dos outros; e que, se nalgum momento não estiver bem, esteja bem com não estar bem. É o que desejo para mim também.

 

Boas Festas!

Artigo anterior

Lisbonland, o espetáculo multimédia que vai contar uma inesperada história de Natal

Próximo artigo

Palavra do ano: a luta das mulheres marcada na língua em 2017