Home»BEM-ESTAR»CORPO»Rute Caldeira: «O nosso corpo é a maior farmácia topo de gama que existe»

Rute Caldeira: «O nosso corpo é a maior farmácia topo de gama que existe»

Professora de meditação, coach e autora, vai orientar uma sessão de meditação para milhares de pessoas no Wanderlust, o primeiro triatlo de mindfull no mundo a ter lugar em Lisboa, e em mais 60 cidades do mundo, no próximo dia 8 de outubro. Mas, afinal, o que é isto da meditação? Como se faz e que efeitos tem na nossa vida? Rute Caldeira responde e deixa também dicas para quem quiser iniciar-se na prática em casa.

Pinterest Google+

O Wanderlust vem pela primeira vez para Portugal. O que significa para si orientar uma sessão de meditação para milhares de pessoas e em sintonia com outros países?

Vejo esta sessão de meditação como um momento único no nosso país, encaro-o como uma missão extremamente importante e valiosa. A prática de meditação traz benefícios não só a nível individual, pois se milhares de pessoas perceberem que a meditação desenvolve a paz interior, estamos também a contribuir para a paz no mundo, uma vez que o que acontece no mundo é um reflexo do que vive dentro de cada um de nós.

 

Cada vez mais pessoas procuram soluções para abrandar o ritmo. O que a meditação pode oferecer?

A meditação oferece vários benefícios, e um deles é a plena consciência de como está o nosso corpo no seu todo – pensamentos, emoções, ritmo cardíaco, ritmo da respiração, se há tensões… Com a consciência vem a transformação e a vontade de viver com qualidade de vida e em equilíbrio. A partir da meditação ganhámos autocontrolo, foco, clarividência e serenidade.

 

Muitas pessoas revelam que têm dificuldade em abstrair-se, logo, em meditar. Qual a sua recomendação?

Essa crença é uma das razões que leva muitas pessoas a nem se quer tentarem meditar, pois criou-se a crença de que meditar é não pensar em nada. Meditar é ter a capacidade de sair do mundo exterior e entrar no nosso mundo interior, passando a ser o observador (aquele que vê tudo o que se passa dentro de si mesmo) e o observado (aquele que se vê a si próprio). Existem variadas (e muito simples) técnicas que nos mostram como de facto a meditação é algo tão natural e fácil. A minha recomendação é que as pessoas procurem professores que as possam ensinar, pois há meditações para todo o tipo de pessoas – meditações ativas (através da dança, do caminhar), ou passivas.

 

Veja também: As posições de yoga e os seus benefícios

 

Que efeitos e no organismo toda a pressão que lhe infligimos neste mundo moderno?

O nosso corpo está a receber uma violência diária a partir do ritmo acelerado e contranatura em que andamos. Sem que as pessoas se apercebam, e como consequência do stress, está a ser produzido nos seus corpos maiores quantidades da hormona cortisol, e isto provoca sono irregular e não reparador; irritabilidade; perda de memória; queda de cabelo; pressão alta; redução das defesas do organismo.

 

A meditação volta a pôr-nos nos eixos, ou seja, mostra-nos que não somos máquinas e nem eternos?

Costumo dizer que o nosso corpo é a maior farmácia topo de gama que existe e que a meditação é um medicamento natural milagroso para a alma, para o corpo e para a mente. Porquê? Porque o nosso cérebro regula tudo, e a partir da meditação nós gravamos novas assinaturas mentais, deixando dele calma, concentração, um ritmo coerente e estável, isto leva a que comecemos a produzir nas doses certas tudo o que precisamos para ser seres felizes e saudáveis (deixo alguns exemplos):

– Dopamina e serotonina: a primeira ajuda a melhorar o nosso humor, a segunda funciona como um antidepressivo natural;

– Melatonina: regula o nosso sono, permitindo que este seja reparador e profundo;

– Endorfina: considerada um analgésico natural que reduz stress e ansiedade.

Artigo anterior

O que é uma pessoa resiliente?

Próximo artigo

Aumente a imunidade dos seus filhos: um médico indica oito medidas