Home»GLAMOUR»CELEBRIDADES»Robin Williams só teria mais três anos de vida, diz viúva

Robin Williams só teria mais três anos de vida, diz viúva

O ator norte-americano que se suicidou em agosto de 2014 havia sido diagnosticado com a doença de Parkinson três meses antes

Pinterest Google+

O ator e comediante norte-americano Robin Williams só deveria ter provavelmente mais três anos de vida, caso não tivesse cometido suicídio em agosto de 2014.

 

A revelação foi feita pela viúva do ator, Susan Williams, ontem, no programa “Good Morning America”, da rede de televisão ABC, divulga a Reuters.

 

Na sua primeira entrevista desde que Williams se enforcou com um cinto na sua casa, na Califórnia, Susan Williams descreveu como o marido se estava «simplesmente a desintegrar física e mentalmente» nos meses que antecederam a sua morte.

 

O ator, de 63 anos, havia sido diagnosticado com doença de Parkinson três meses antes, e mostrava sintomas, como enrijecimento muscular, curvatura lombar e confusão mental, afirmou a viúva ao programa. «Se Robin tivesse sorte, teria tido mais três anos de vida. E teriam sido anos difíceis. E há uma boa hipótese de que tivesse sido internado», afirmou, referindo-se ao prognóstico de um dos médicos do ator.

 

Após uma vida inteira de luta contra a dependência, Williams passou os oito anos anteriores à sua morte «completamente limpo e sóbrio», mas a sua depressão crónica havia voltado, juntamente com a paranoia, acrescentou.

 

O ator estava ciente de que perdia o juízo e, embora se tentasse controlar, «no último mês não conseguiu. Foi como se uma barragem rebentasse», disse a sua viúva à ABC.

 

 

Artigo anterior

Uma jornalista em viagem

Próximo artigo

Portugal entre os países do mundo com mais hotéis de 5 estrelas