Home»FOTOS»Relógio de Vladimir Putin vai a leilão e venda pode ultrapassar um milhão de euros

Relógio de Vladimir Putin vai a leilão e venda pode ultrapassar um milhão de euros

O Patek Philippe do presidente da Rússia faz parte de uma linha exclusiva à qual só um número restrito de pessoas tem acesso. Vai a leilão no próximo dia 19 de julho, no Mónaco.

Pinterest Google+

Patek Philippe, referência 5208, é assim referido o relógio que pertence a Vladim Putin e que vai a leilão no próximo dia 19 de julho, no Mónaco, com uma estimativa de venda de 850,000 – 1,150000€.

 

O relógio, de 2014, faz parte linha Grand Complications de Patek Philippe, sendo a referência 5208 uma das obras primas do fabricante e acessível apenas a um grupo restrito de pessoas.

 

«Feito numa quantidade muito pequena, os clientes que podem comprar esta referência são selecionados com muito cuidado. Tanto quanto sabemos, o cliente havia encomendado este relógio à Patek Philippe para o dar como presente ao presidente russo, Vladimir Putin», explica a leiloeira, Monaco Legend Auctions, no seu site.

 

Veja também: Depois dos iates e dos jatos… os submarinos de luxo

 

A prova da absoluta exclusividade é dada em certificado. «O revendedor da Patek Philippe é o único autorizado a completar o certificado. Em 99% dos casos, o nome escrito no certificado é o do comprador real. Em muitos poucos casos excecionais, quando o relógio vai ser dado como um presente a outra pessoa e o distribuidor tem provas disso, então o nome da pessoa que recebe o presente fica escrito no certificado», explica a leiloeira.

 

Feito em platina rara, possui um cronógrafo com um único botão com um repetidor de minutos. Indica também a data, se é dia ou noite, fases da lua, ano e horas. A pulseira é em pele com fecho em platina. Está acompanhado pela sua caixa original e certificados.

Artigo anterior

Como combater o jet lag

Próximo artigo

É preciso saber lidar com as frustrações!