Home»VIDA»CASA & FAMÍLIA»Relações sociais podem ser mais impactantes no sucesso escolar que as condições académicas

Relações sociais podem ser mais impactantes no sucesso escolar que as condições académicas

O estudo constatou que as escolas em áreas mais ricas tendem a ter níveis mais elevados de capital social do que aquelas que se localizam em bairros mais desfavorecidos.

Pinterest Google+

A maioria dos fatores que ajudam a tornar as escolas bem-sucedidas custam muito dinheiro, tais como professores, tecnologia e livros didáticos. No entanto, um novo estudo da Ball State University e da Brigham Young University, EUA, sugere um método que não requer dinheiro – o capital social.

 

O capital social consiste numa rede de relacionamentos entre funcionários escolares, professores, pais e a comunidade que constrói confiança e normas que promovem o desempenho académico.

 

Veja também: Estudo comprova que Pokémon GO une pais e filhos

 

Num estudo com 96 escolas secundárias públicas de Ohio, EUA, os investigadores descobriram que as escolas com níveis mais elevados de capital social também tinham alunos com melhores resultados em testes de matemática e de línguas. Os resultados eram verdadeiros tanto nas escolas urbanas em áreas de alta pobreza como nas escolas suburbanas ricas.

 

Nas escolas com alto capital social, os professores relataram mais contacto com os pais, maiores níveis de confiança com os alunos e um ambiente de aprendizagem ordenado e sério. «O capital social está disponível para todas as escolas, independentemente da riqueza, e pode proporcionar benefícios reais para o sucesso do aluno», garante Roger Goddard, coautor do estudo.

Veja também: Começou a espirrar? Saiba onde os focos das alergias se escondem

 

Os resultados são significativos. O estudo constatou que as escolas em áreas mais ricas tendem a ter níveis mais elevados de capital social do que aquelas que se localizam em bairros mais desfavorecidos.

 

No entanto, a maior parte da diferença nos níveis de capital social entre escolas não pode ser explicada pelo seu status socioeconómico. «As escolas ricas têm uma vantagem em termos de capital social, mas não é esmagadora. Todos os tipos de escolas podem desenvolver altos níveis de capital social que irão ajudar os seus alunos», assegura Goddard.

 

Veja também: Sabe quanto deve pesar uma mochila escolar?

 

Para o estudo, os professores das 96 escolas avaliaram o quanto concordaram com declarações que mediam a quantidade de capital social nas suas escolas. Por exemplo, pediram-lhes que classificassem se os professores dessa escola tinham contacto frequente com os pais, se os professores confiavam nos alunos e se o envolvimento dos pais apoiava a aprendizagem.

 

Cada escola recebeu uma pontuação total sobre o capital social com base nas avaliações dos professores. Posteriormente foram examinadas essas pontuações. Deu-se por concluído, então, que o sucesso de um aluno não se baseia apenas na riqueza. O envolvimento dos pais é uma variável de extrema importância para o sucesso do aluno na escola.

Artigo anterior

Pintor surrealista português de 96 anos expõe na Figueira da Foz

Próximo artigo

Condé Nast Traveller revela 'hot list' dos melhores novos hotéis do mundo