Home»FOTOS»Red Frog, o primeiro bar português a entrar na lista dos 100 melhores do mundo

Red Frog, o primeiro bar português a entrar na lista dos 100 melhores do mundo

A decoração do bar é inspirada nos bares que vendiam álcool ilegalmente nos anos 20 nos EUA. O Red Frog está também nomeado para os prémios internacionais Tales of Cocktails em New Orleans, o evento mais importante desta indústria.

Pinterest Google+

Depois de eleito o Melhor Bar do País no Lisbon Bar Show, no passado mês de maio, o reconhecimento vem agora de além-fronteiras, ao ser o primeiro e único bar português a entrar na lista dos 100 melhores do mundo, pelo ranking que elege os melhores bares do mundo, o “The World’s 50 Best Bars”. O Red Frog ficou em 92º lugar.

 

«Abrimos o Red Frog com o objetivo de fazer o melhor bar em Portugal. Viajamos regularmente pelo mundo inteiro para percebermos todo o tipo de conceitos e tendências que existem lá fora, de modo a realizarmos um trabalho único a nível nacional. Estamos muito satisfeitos por entrar nesta lista, sendo que estamos a trabalhar diariamente para melhorar a nossa posição no ranking», referem os dois sócios do Red Frog, Emanuel Minez e Paulo Gomes.

 

Veja também: The Dead Rabbit é o melhor bar do mundo em 2016

 

Em dois anos de existência, o Red Frog já conquistou diversos prémios, entre os quais “Melhor Bar do País” e “Melhor Menu de Bar” por dois anos consecutivos (2015 e 2016) pelo Lisbon Bar Show.
O “World’s 50 Best Bars” é uma lista divulgada anualmente que celebra o melhor da indústria das bebidas, apresentando um ranking dos melhores bares do mundo, votado por 500 especialistas da área a nível internacional. No próximo dia 5 de outubro, em Londres, é apresentada a lista dos 50 primeiros lugares de 2017.

 

O conceito de bar speakeasy do Red Frog é único em Lisboa. Toda a decoração do bar é inspirada nos bares que vendiam álcool ilegalmente nos anos 20 nos EUA, altura em que vigorava a Lei Seca. Veja imagens na galeria acima.

 

Morada: Rua do Salitre nº5A, 1250-196 Lisboa

Telefone: 21 583 11 20

Horário: segunda a quinta das 18h às 2h, sexta e sábado das 18h às 3h e encerrado ao domingo

Artigo anterior

Reprodução medicamente assistida: a vigilância das crianças

Próximo artigo

Como descobrir se está numa relação saudável