Home»FOTOS»Questões que devem ponderar antes de viverem juntos

Questões que devem ponderar antes de viverem juntos

Tomar a decisão de viver com o namorado ou namorada é algo que deve ser pensado seriamente. Pensar bem nos prós e nos contras, mas, acima de tudo, se enquanto casal estão prontos para dar esse passo. Craig Maltin, psicólogo americano especialista em relações, apresenta-lhe algumas questões que deve ponderar antes da decisão.

Pinterest Google+

– Tenha as conversas difíceis agora. Se tiver dúvidas sobre as questões da limpeza, tarefas e manutenção em geral, o melhor é falar com o seu parceiro agora. Se tiver receio de criar tensão na relação, então o melhor é pensar duas vezes antes de ir viver com ele. A comunicação é um ponto essencial para uma relação duradoura.

 

– Façam testes. Planeiem passar um mês em casa um do outro para ver como as coisas correm. Isto é importante para se moldarem aos hábitos um do outro e perceberem se se sentem em casa no espaço do outro.

 

– Pense em quanto dinheiro está disposta a gastar para viver com o seu parceiro. Não escolha um local acima das possibilidades, ainda que o seu parceiro tenha dinheiro suficiente. As questões financeiras são importantes e devem ser esclarecidas previamente.

 

VEJA TAMBÉM: UMA CASA DESARRUMADA PODE MATAR O ROMANCE (AGORA MOSTRE ISTO À SUA CARA-METADE)

 

– Escolha as batalhas. Viver com um parceiro envolve negociação, mas não deve ser constantemente. Ambos têm os vossos caprichos e hábitos, é importante que se adaptem e que cedam em algumas coisas. Não peça para o parceiro mudar em algum aspeto se não estiver disposta a mudar algo em si.

 

– Decidam quem faz o quê relativamente às tarefas domésticas. Existem coisas prioritárias como lavar a loiça e arrumar o quarto, mas também coisas não tão frequentes como aspirar ou limpar o pó. É importante que nenhum elemento do casal sinta que faz ou vai fazer tudo sozinho.

 

VEJA TAMBÉM: PROCURA O AMOR NA INTERNET? VEJA ESTES CUIDADOS A TER

 

– Se for viver para a casa do seu parceiro, pense como pode colocar um cunho pessoal no local (itens de decoração, mobília, etc) para que se sinta em casa. Se ele oferecer resistência é melhor pensar duas vezes: Como é que podem viver no mesmo espaço se não ele não aceita que hajam vestígios das suas coisas no espaço dele?

 

– Mantenha a sua independência. Viver juntos não significa parar de viver a sua vida de forma independente. Não deixe de fazer aquilo de que mais gosta e que fazia antes de viver com ele ou ela.

Artigo anterior

Plataforma de streaming YouTube Music chega a Portugal

Próximo artigo

Quer voar mais barato? Reserve 73 dias antes para uma sexta-feira