Home»BEM-ESTAR»CORPO»Quer iniciar-se no yoga? Conheça os vários tipos

Quer iniciar-se no yoga? Conheça os vários tipos

Se pretende iniciar-se no yoga, ou ioga, conheça primeiro os vários estilos nos quais esta filosofia oriental se ramificou e descubra qual melhor se adapta às suas características.

Pinterest Google+
PUB

Hatha Ioga: Foi introduzido por Yogui Swatmarama no livro “Hatha Yoga Pradipika” no século XV, na Índia. Este é o tipo de ioga mais popular e o mais fácil de praticar, pois é adaptável a todas as idades. Outros estilos de ioga derivaram deste. “Ha” significa sol e “tha” quer dizer lua. Este método de ioga tem como objetivo unir os pares opostos, como o sol (representação do positivo) e a lua (representação do negativo), trazendo assim o equilíbrio entre corpo e mente. A sua prática incorpora posturas (asanas), exercícios de respiração (pranayama) e meditação, concentração e relaxamento (dharana e dhyana).

 

Uma aula de Hatha Ioga tem uma sequência lenta e de permanência prolongada em cada posição. Geralmente uma aula começa com pranayamas, depois vêm as asanas e finaliza-se com meditação ou exercícios de concentração ou relaxamento. Quando o nível da prática aumenta, o objetivo é uma permanência maior e as asanas tornam-se mais complexas.

 

Com a prática de Hatha Ioga e os exercícios de relaxamento ou meditação, sentirá diferenças na sua energia e deverá estar mais calmo. A longo prazo vai sentir o seu potencial físico e mental aumentarem, assim como a flexibilidade e força. Este tipo de ioga é indicado para quem quer praticar a paciência e ter uma aula com um ritmo lento.

 

VEJA TAMBÉM: EMPRESA CRIA MATERIAL PARA A PRÁTICA DE YOGA À BASE DE CORTIÇA

 

Vinyasa Ioga: Este estilo foi introduzido por Tirumalai Krishnamacharya, conhecido como o pai do ioga contemporâneo. O seu discípulo Srivasta Ramaswami publicou o livro “The Complete Book of Vinyasa Yoga” (O livro completo de Vinyasa Ioga), onde apresenta o ioga de forma mais agressiva para os ocidentais. “Vi” significa “de uma forma em especial” e “nyasa” quer dizer “colocar”. Este estilo incorpora posturas, que criam uma meditação em movimento, assim como meditação estática no final da aula.

 

A estrutura da aula é fluida e esta vai crescendo, com cada movimento sincronizado com a respiração. O principal objetivo é alinhar a respiração com o corpo e a mente. Este estilo deriva do Hatha Yoga. Geralmente as aulas têm bastante movimento. A longo prazo, a vinyasa ioga vai ajudar a desenvolver uma conexão corpo-mente mais forte e criar força e flexibilidade a nível físico e mental. Também a capacidade e resistência pulmonar vão aumentar.

 

Este pode ser o seu estilo de ioga se procura um equilíbrio entre esforço físico e introspeção. Saiba ainda que o Vinyasa é um dos estilos mais variados e criativos, dependendo as aulas do professor.

 

Ashtanga Ioga: Foi o indiano Sri K Pattabi Jois quem trouxe este estilo para o ocidente. O objetivo do Ashtanga Ioga é a purificação do corpo e da mente através dos oito limbos do Ashtanga Yoga: Yama (auto-disciplina); Niyama (observância religiosa); Asana (postura); Pranayama (contenção da respiração); Pratyahara (abstração dos sentidos); Dharana (concentração); Dhyana (meditação) e Samadhi (estado de supra-consciência).

 

Cada aula é fluida e vigorosa. Existem cinco grupos de asanas neste método e, para atingir o nível seguinte, é necessário dominar todas as posturas do grupo anterior. A estrutura da primeira serie é constituÍda por cinco saudações ao sol A e cinco saudações ao sol B, depois vêm as posições em pé e, no final, as posturas sentado e invertidas, sempre interligadas por uma transição chamada de vinyasa.

 

É conveniente praticar todos os dias para aumentar a força e flexibilidade rapidamente. Todas as partes do corpo são trabalhadas em cada nível. A longo prazo, vai aprender a gerir o stress e aumentar o seu conhecimento espiritual. Este tipo de ioga é mais adequado para quem gosta de aulas bem estruturadas e é disciplina, ou gostaria de ser. Também é importante ter espírito de desafio para querer chegar ao nível seguinte. Mas se as suas articulações são sensíveis ou tem alguma lesão, este estilo pode ser demasiado agressivo.

 

VEJA TAMBÉM: AS POSIÇÕES DE YOGA E OS SEUS BENEFÍCIOS

 

Power Ioga: É um dos tipos de yoga mais multidisciplinares e vigorosos. Também chamado de Power Vinyasa ou Core Power Ioga, este estilo é considerado por muitos uma versão ocidental de Ashtanga Ioga. Foi o instrutor de Ashtanga Beryl Bender Birch quem deu o nome a este estilo, publicando o livro com o mesmo nome, “Power Yoga”. Este ioga pretende ensinar aos seus praticantes a comunicar melhor com os seus próprios corpos e aceder ao centro (core) da sua parte espiritual, para assim atingir o verdadeiro poder (power), aquele que vem de dentro.

 

A estrutura da aula é bem marcada e vigorosa, ajudando a obter benefícios físicos rapidamente. É um estilo de ioga mais físico mas a parte espiritual não é deixada de lado. Divide-se em três sub-tipos: Power ioga, Core ioga e Hot ioga. O Power Ioga é uma forma eficaz de manter a boa forma física e uma ótima ferramenta para melhorar o uso da respiração e a capacidade de concentração. É a modalidade indicada para si se quer conhecer a filosofia de ioga mas prefere focar-se na parte física.

Artigo anterior

Alimentação para uma pele bonita

Próximo artigo

O que são seios densos?