Home»COVID-19»Quarentena: Sexóloga disponibiliza consultas online gratuitas para ajudar casais

Quarentena: Sexóloga disponibiliza consultas online gratuitas para ajudar casais

Os casais que estão a enfrentar problemas de relacionamento, em consequência do confinamento forçado, podem agora usufruir de aconselhamento online gratuito. A iniciativa “Fale Comigo”, da sexóloga e especialista em inteligência emocional, Aline Castelo Branco, pretende ajudar a ultrapassar os desafios e a fortalecer as relações.

Pinterest Google+

Numa altura em que o isolamento social força os casais a ficar entre quatro paredes, aumenta a preocupação com o fim dos relacionamentos e o surgimento de casos de violência doméstica. A experiência de quem passou pelo mesmo assim o indica: 90% das denúncias de violência na cidade chinesa de Jingzhou foram relacionadas ao confinamento imposto.

 

Com o objetivo de ajudar a prevenir estas situações, a sexóloga e especialista em inteligência emocional Aline Castelo Branco decidiu lançar uma iniciativa única e solidária para casais. “Fale Comigo” oferece consultas online totalmente gratuitas a quem está, nesta fase de emergência, a passar por problemas e pretende ganhar ferramentas para ultrapassar os desafios e fortalecer a relação.

 

VEJA TAMBÉM: CASAL: COMO MANTER A CHAMA ACESA EM TEMPOS DE QUARENTENA

 

De acordo com a especialista, «o isolamento social representa um desafio para os casais que passaram a conviver 24 horas, sem interrupção. A tensão pode levar ao aumento de conflitos, discussões e falta de diálogo, mas a quarentena não pode ser uma desculpa para todos os problemas».

 

Para prevenir atitudes indesejadas e até um possível divórcio, os casais têm de agir desde já. «É necessário aprender a manter o equilíbrio entre a emoção e a razão neste momento difícil para evitar problemas no futuro, quando a quarentena terminar», sublinha Aline Castelo Branco.

 

VEJA TAMBÉM: RELAÇÕES LONGAS: SETE SINAIS DE ALERTA DE DESGASTE

 

Para aceder ao aconselhamento desta iniciativa, que antecede o lançamento de um instituto dedicado ao desenvolvimento humano e sexualidade em Portugal, é necessário participar de uma seleção prévia online, através da qual as pessoas respondem a um formulário para análise comportamental.

 

Todo o processo é confidencial e só acedem ao aconselhamento os casais considerados em situação de conflito ou emocionalmente afetados. «A nossa intenção é oferecer informação séria e promover a saúde emocional, mental, sexual e relacional a quem necessita de ajuda e quer transformar a sua vida, para atingir o próximo nível», conclui a especialista.

 

Leia mais sobre COVID-19 neste link.

 

 

Artigo anterior

Geração camaleão: afinal também somos lutadores

Próximo artigo

Começa a sentir-se deprimido? Estes alimentos ajudam a combater a depressão