Home»FOTOS»Quando um relógio se transforma na mota mais cara do mundo

Quando um relógio se transforma na mota mais cara do mundo

Depois de 16 criações exclusivas de relógios para a sua luxuosa gama ‘Blue Edition’, o fabricante de relógios suíço, Bucherer, criou uma nova versão, agora com toda uma motorizada como invólucro. Uma Harley Davidson adornada com um relógio de luxo, anéis e cravejada de diamantes.

Pinterest Google+

Chama-se Harley Davidson Blue Edition e é a moto mais cara do mundo, segundo a Bucherer, fabricante centenário de relógios de luxo suíço, que lança o mais novo elemento da sua ‘edição azul’.

 

Avaliada em 1.888 milhões de francos suíços (cerca de 1.5 milhões de euros), esta é uma moto artesanal que levou mais de 2.500 a ser criada, em parceria com a Bündnerbike, uma empesa suíça de adaptação de motos Harley Davidson.

 

«Esta moto, personalizada à mão em Maienfeld, é a última palavra em autoexpressão. Mas não são apenas os 360 diamantes, os parafusos banhados a ouro, dois cofres integrados no tanque que contêm um relógio único Bucherer, bem como anéis da Bucherer Fine Jewellery, ou o emocionante projeto do motor que faz desta iridescente moto azul a única do género no mundo e uma verdadeira obra de arte. Avaliada em 1.888 milhões de francos suíços, é também a moto mais cara do mundo», explica a relojoeira suíça no seu site. Veja o vídeo abaixo.

 



 

Debaixo de uma cúpula de vidro feita de vidro blindado, uma peça de joalheria de valor especial pode ser encontrada no tanque: um anel solitário de seis pontas com um diamante de 5,40 quilates. Ao seu lado, um relógio de Carl F. Bucherer feito sob medida, baseado no modelo Patravi TravelTec II.  Para garantir que as vibrações do motor não danifiquem o movimento mecânico, o relógio é alojado numa gaiola com um elaborado suporte feito de anéis de silicone. «Foi um longo caminho», diz Samir Merdanovic, chefe de Movimentos de Fabricação da Carl F. Bucherer, sobre o processo de desenvolvimento, que exigiu muito raciocínio. «O suporte, por exemplo, também serve como enrolador de relógio. O relógio é, portanto, enrolado regularmente e continua a funcionar, mesmo que a moto não seja montada por um longo período», explica Merdanovic.

 

A Harley-Davidson Blue Edition é baseada na Harley-Davidson Softail Slim S. No entanto, não há muito que fique do modelo inicial vintage cool. Todos os elementos metálicos foram produzidos, soldados, batidos, retificados e polidos à mão. Várias partes da moto também são banhadas a ouro. A sela de couro foi costurada à mão na Suíça. Um detalhe especial: a cor iridescente. Foi usada uma técnica específica para iluminar a Harley-Davidson neste azul intenso. Mas, primeiro, toda a moto foi revestida a prata, antes de seis revestimentos coloridos serem aplicados, informa a Bucherer.

 

Esta é também a primeira vez no mundo que um relógio e joias foram integrados numa moto.

Artigo anterior

Porque deve comer uma banana todos os dias? Porque o seu coração agradece

Próximo artigo

Como organizar o trabalho e a família