Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Quando os assuntos femininos chegam ao telemóvel

Quando os assuntos femininos chegam ao telemóvel

Já ouviu falar em femtech? É o conjunto das tecnologias criadas a pensar na a realidade feminina. Acompanhar o ciclo menstrual ou ajudar a escolher o melhor outfit são algumas das mais populares. O mercado está em amplo crescimento e nós mostramos-lhe três exemplos.

Pinterest Google+

A Amazon anunciou no final de abril um novo dispositivo, controlado por voz, que funciona como um autêntico assistente de estilo. Dotado de uma câmara e com acesso à Internet, rapidamente indica o visual mais indicado de acordo com as novas tendências e segundo o perfil da pessoa. Se está indecisa entre dois looks, o Alexa dá-he uma ajuda.

 

«O StyleCheck (incorporado no Alexa) ajuda a poupar tempo sugerindo uma roupa adequada ao tempo. Tambem dá recomendações de looks para uso imediato, para outra altura ou mesmo  para o dia seguinte para que se possa planear os visuais com antecedência», explica o comunicado da Amazon.

 

Veja também: Higiene genital feminina

 

Poucos dias antes, a Google anunciou havia anunciado também uma solução que, apesar de ser indicada para homens e mulheres, é mais requerida pelo sexo feminino: trata-se uma  uma nova funcionalidade na sua área de pesquisa por imagens que vai ajudar na pesquisa de itens de moda. Agora, quando procurar imagens de produtos de moda, a funcionalidade de pesquisa por imagem  apresenta um conjunto de imagens inspiradoras e outfits que demonstram como esse produto pode ser utilizado no dia a dia.

 

«Com “Ideias com Estilo”, é possível ver opções reais de como é que aquela carteira ou aqueles jeans combinam com aqueles sapatos vermelhos de salto alto que tem vindo a “namorar”. Por outro lado, se o interesse apenas recai sobre roupa desportiva, as ideias mais criativas e inspiradoras estão à distância de um clique», explicou a Google na altura.

 

Veja também: E a sua digestão funciona bem?

 

Mas a moda é apenas um item, e até talvez o mais simples. As tecnologias femtech englobam todo um leque de ferramentas que ajudam a mulher no dia na dia a gerir as suas especificidades femininas. Falamos, por exemplo, de aplicações para gerir o ciclo menstrual, para dar alertas para a toma da pílula, ou mesmo dispositivos que se usam para seguir sinais físiológicos sobre a ovulação, etc..

 

«A ‘femtech’ traduz-se em novas tecnologias que visam revolucionar os cuidados de saúde tradicionais femininos e contribuir para melhorar a vida das mulheres todos os dias», explica à MOOD Raoul Scherwitzl, cofundador da aplicação ‘Natural Cycles’, que podemos dizer que é, no fundo, um método contracetivo feminino sem efeitos secundários que encaixa nesta designação.

Artigo anterior

Joana Duarte lança linha de fitness

Próximo artigo

Um consulado de artes nasceu em Lisboa