Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Primeira Casa da Diversidade nasce em Lisboa

Primeira Casa da Diversidade nasce em Lisboa

O espaço vai agregar num só local serviços que vão dar resposta às comunidades LGBTI e das múltiplas nacionalidades aí residentes. A escolha de Arroios não é em vão, já que nesta freguesia lisboeta convivem mais de 90 nacionalidades.

Pinterest Google+

A Câmara Municipal de Lisboa e a Junta de Freguesia de Arroios assinam, a 13 de março, um acordo de cooperação para a preparação e desenvolvimento conjunto da Casa da Diversidade, que vai integrar o “Centro Municipal LGBTI” e o “Centro Municipal para a Interculturalidade”.

 

A Casa da Diversidade vai funcionar no Mercado das Culturas, em Arroios, a freguesia lisboeta que mais nacionalidades integra, nomeadamente 92. Embora seja municipal, este centro agregador será o primeiro em Portugal.

 

VEJA TAMBÉM: NASCEU A PRIMEIRA ASSOCIAÇÃO GLOBAL PARA A IGUALDADE LGBTI

 

O Centro Municipal LGBTI será o primeiro espaço para as pessoas LGBTI, a funcionar em espaços de partilha, com uma rede de serviços de informação e atendimento específicos para vítimas de discriminação e violência com base na orientação sexual e/ou identidade de género. O Centro Municipal para a Interculturalidade corresponde a um espaço de encontro, partilha e cooperação entre as diversas entidades que intervêm na área da interculturalidade, informa a junta de freguesia em comunicado.

 

A Casa da Diversidade terá ainda lugar para a divulgação e manifestação das várias culturas, tradições e história das comunidades residentes na freguesia. A Junta de Freguesia de Arroios está empenhada na concretização e divulgação destes projetos como exemplos fundamentais de políticas sociais que fomentam a igualdade e promovem a solidariedade, a tolerância e o desenvolvimento de uma sociedade mais fraterna.

Artigo anterior

Iogurte regular ou grego? Quais as diferenças?

Próximo artigo

Os melhores destinos da Europa para as férias da Páscoa