Home»BEM-ESTAR»COMPORTAMENTO»Preso a um problema? Deixe a sua mente vagar

Preso a um problema? Deixe a sua mente vagar

Durante a realização de tarefas ‘mais automáticas’ do dia-a-dia, como tomar banho, conduzir, cozinhar ou correr, surgem as melhores ideias. E a ciência comprova-o.

Pinterest Google+

Quando tenta resolver um problema, pode obter um melhor impulso criativo ao envolver-se em tarefas ‘não-exigentes’, segundo um estudo realizado por um grupo de investigadores da Universidade de Bar-Ilan, em Israel, e publicado na revista ‘Psychological Science’.

 

Em três experiências diferentes, cerca de 20 pessoas completaram a mesma tarefa de associação livre, isto é, tinham de dizer a primeira coisa que lhes viesse à cabeça depois de ouvirem uma série de palavras. Em cada experiência, os investigadores manipularam a ‘carga cognitiva’ dos participantes com várias tarefas adicionais. Por exemplo, algumas pessoas foram convidadas a lembrar-se de uma série de dois dígitos (uma baixa carga cognitiva), enquanto outros tiveram de alfabetizar as três primeiras letras de cada palavra-alvo (alta carga cognitiva).

 

Veja a galeria: Não faça nada e tenha boas ideias

 

O investigadores concluíram que os participantes com esforço cognitivo mais baixo deram respostas mais criativas. «Quando se reduz o stress mental, há uma maior tendência para evitar a ‘solução óbvia’ e a aceder a pensamentos únicos», afirma Shira Baror, coautora do estudo, à revista ‘Health’. Por outras palavras, quando o cérebro está mais ‘silencioso’, pode dar-se ao luxo de «pôr de lado o que tem armazenado, fazer associações imediatas e tomar caminhos mais interessantes do que as associações originais».

 

Em momentos de bloqueio mental ou de stress devido à falta de solução para determinado problema, o estudo aconselha a realização de tarefas básicas como andar ou tomar banho.

Artigo anterior

Festival STR-EAT FEST está de volta

Próximo artigo

'The Love Food', um amor incondicional pela comida que faz bem