Home»BEM-ESTAR»COMPORTAMENTO»Poupar algum dinheiro neste Natal? É possível!

Poupar algum dinheiro neste Natal? É possível!

O Natal é uma época do ano tipicamente dispendiosa, mas… ainda há formas de manter os custos baixos. Acredite e descomplique!

Pinterest Google+
PUB

Para muitos, o Natal é a época mais maravilhosa do ano, para outros, uma fonte de tensão em virtude das várias despesas associadas.  Após meses e meses de aumento dos preços dos alimentos, dos combustíveis e das contas de energia, é possível que este ano se sinta um ligeiro stress com a aproximação do Natal e com as despesas que lhe poderão estar inerentes.

 

Felizmente, há formas de manter os custos baixos e de revelar ponderação nas despesas desta época. Como? Com foco e algumas dicas.

 

​ #1 Planifique antes de comprar

Planifique não só o seu orçamento (ajudá-lo-á a limitar as suas despesas), como também exatamente o que precisa e quanto custará adquiri-lo.

 

#2 Controle as suas despesas

Depois de definir um orçamento confortável, mantenha o controlo das suas despesas, sendo assim menos provável que gaste demasiado. Quer seja através de um bloco de notas, de uma aplicação no seu telemóvel ou de uma folha de cálculo no seu computador, simplesmente escolha um sistema que funcione para si.

 

VEJA TAMBÉM: VEM AÍ UM NOVO TIPO DE ANSIEDADE?

 

#3 Estabeleça “presentes de família” ou “amigos secretos”

Se tem muitas pessoas a quem gostaria de comprar um presente, como a família alargada e/ou grupos de amigos, sugira um amigo secreto: uma ótima forma de manter os custos baixos. Deixo-lhe algumas ideias: uma caixa de chocolates, uma lata de bolachas ou rebuçados ou um jogo de tabuleiro podem ser uma ótima prenda, em vez de comprar prendas individuais para cada pessoa.

 

#4 Evite o “compre agora, pague depois”

Por muito tentadores que sejam estes esquemas, tente evitá-los, a menos que tenha um plano para reembolsar o empréstimo durante o período sem juros. Caso contrário, após o fim da fase de 0%, ser-lhe-á cobrada uma taxa de juro agressiva e aquele novo sofá, roupa ou televisão pode acabar por lhe custar muito mais.

 

#5 Não perca a cabeça com as promoções

No dilúvio de ofertas da Black Friday (última sexta-feira de novembro) e da Cyber Monday (segunda-feira seguinte), tente resistir às compras por impulso. No entanto, pode ser um bom momento para comprar uma prenda de Natal – planifique!

 

#6 Compare os preços

Se vai mesmo a uma loja ou a um supermercado, é importante que reveja os preços que estão a ser praticados nesses estabelecimentos. Como? Compare as várias opções.

#7 Combine as suas encomendas

Falemos dos envios: muitas lojas oferecem-no gratuitamente se gastar um montante mínimo. Por isso, faça isso! Se vir a camisola perfeita que certamente o seu pai irá adorar, mas que está abaixo do valor mínimo para o envio gratuito, continue a comprar nessa loja. Reflita: há alguma coisa para o seu irmão ou primo nesse mesmo site? Atenção… não compre só por comprar – foque -se e combine encomendas para reduzir os custos de envio.

 

#8 Faça alguns presentes que quer oferecer

Se quer oferecer algo pessoal, memorável e único, faça-o! A sério. Para além de manter os gastos baixos, este momento de “confeção” do presente pode até ser um momento de diversão entre aqueles que decidam, em conjunto, fazê-lo: experimente propor esta atividade ao(s) seu(s) filho(s).

 

Coloque em prática todas estas dicas, mas não se esqueça que o importante é que desfrute da época natalícia de uma forma equilibrada e saudável, para que o que realmente interessa se eleve perante  tudo o resto.

 

Pense nisso e DEScomplique!

Artigo anterior

Universidade de Coimbra procura voluntários para analisar exercícios físicos mais eficazes para manter cérebro saudável

Próximo artigo

Dicas para os cabelos finos ficarem mais bonitos e volumosos