Home»LAZER»DICAS & VIAGENS»Portugal vai ter mais acessibilidades e Internet gratuita na oferta turística

Portugal vai ter mais acessibilidades e Internet gratuita na oferta turística

A Semana do Turismo arranca com o lançamento de dois projetos estruturantes para a oferta turística nacional. Seis milhões de euros vão ser canalizados para melhorar acessi-bilidades e dotar centros históricos de wi-fi gratuito.

Pinterest Google+
PUB

A apresentação do programa ‘All for All – Portuguese Tourism’ marcou o arranque da Semana do Turismo, que surge no âmbito da celebração do Dia Mundial do Turismo, a celebrar no dia 27 de setembro.

 

No Centro de Ciência do Café, em Campo Maior, onde decorreu a cerimónia, o presidente do Turismo de Portugal, Luís Araújo, anunciou o lançamento de uma linha de apoio financeiro de 5 milhões de euros para apoiar a criação de acessibilidades em estabelecimentos hoteleiros e em espaços públicos, por parte de empresas e entidades públicas. Foi anunciada também uma linha de apoio a projetos wi-fi em centros históricos, dotada com 1 milhão de euros.

 

Veja a galeria: As pontes mais bonitas da Europa

 

A sessão de Campo Maior contou com as presenças da Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, Secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência, Ana Sofia Antunes, Presidente do Turismo de Portugal, Luís Araújo, Presidente da Turismo do Alentejo – ERT, Ceia da Silva e Presidente da Câmara Municipal de Campo Maior, Ricardo Miguel Furtado Pinheiro.

 

Dirigido a todos os agentes do setor turístico, o programa “All for All” visa adaptar a oferta turística às necessidades específicas de quem nos visita, desde famílias com crianças pequenas até seniores ou pessoas com algum tipo de incapacidade, ainda que temporária. Trata-se de cumprir o propósito de Portugal como destino turístico (“Receber Bem”), mas é também uma oportunidade de negócio para as empresas e para o país.

 

Leia ainda: Relaxe em águas salgadas num spa natural

 

O programa “All for All” pretende criar um novo estímulo ao envolvimento de entidades públicas e empresas para fazerem de Portugal um destino cada vez mais acessível para todos. A aposta é na melhoria do produto e na divulgação e promoção junto do turista de boas práticas de acessibilidade. Foi desenvolvido um canal online dedicado ao turismo acessível, alojado no visitportugal.com, com o objetivo de destacar os itinerários acessíveis em centros históricos de cidades do Continente e Ilhas.

 

De acordo com dados da Organização Mundial de Turismo e da Comissão Europeia, na União Europeia o valor bruto do chamado mercado do “Turismo Acessível” foi, em 2012, de 352 mil milhões de euros. Tendo em conta o efeito multiplicador, o valor bruto total ascendeu a 786 mil milhões.

Artigo anterior

19 Estrelas Michelin brilham no Conrad Algarve

Próximo artigo

Saúde, gravidez, prevenção, mulher – o que têm estes nomes em comum?