Home»ATUALIDADE»ENTREVISTAS»‘Portugal Insólito’ desvenda mitos e mistérios do país

‘Portugal Insólito’ desvenda mitos e mistérios do país

Sabia que a eleição de Manuel de Arriaga como primeiro Presidente da República de Portugal foi anunciada pelo espírito de D. Sebastião? E já ouviu falar do autocarro voador que, em maio de 1981, ganhou asas com 40 peregrinos espanhóis lá dentro, a caminho do Santuário de Fátima? ‘Portugal Insólito’ é um livro recheado de enigmas, crenças, experiências sobrenaturais e outros mistérios, que o seu autor, o historiador Joaquim Fernandes, desencantou em alfarrábios e jornais antigos. E nós quisemos saber mais!

Pinterest Google+
PUB

Porque decidiu lançar este livro? 

Esta obra surge na sequência de um projeto de investigação sobre o que eu defino como “o Portugal arcaico”, nos seus termos mentais e confessionais mais profundos; ou seja, trata de perceber as origens, contributos e conteúdos das crenças ancestrais do povo português e o modo como se reproduzem e manifestam ao longo da nossa História.

 

O que podemos lá encontrar? 

Diferentes narrativas de crenças e mitos portugueses, desde a pré-nacionalidade ao século XX. Agrupei-as em sete capítulos, que reproduzem mistérios insolúveis, eventos de teor sobrenatural (assim entendidos como tal pelos protagonistas), enigmas históricos, episódios de adesão a terapias insólitas e manifestações da religiosidade popular.

 

Portugal é particularmente rico em histórias, mitos, crenças insólitas? Porquê? 

Essencialmente por sermos um povo gerado num caldinho de povos e culturas mediterrânicas, do árabe ao fenício antigo, particularmente sensível à componente feminina das religiões primitivas, associadas aos ritos de fertilidade, e daí a importância da Virgem Maria entre nós. Mas também fomos alimentados pelos contributos do centro europeu e sobretudo da cultura celta, dos seus cultos da natureza, que se revelam nas nossas tradições e superstições populares.

 

Veja a galeria: Os edifícios mais bizarros da Europa

 

Como se criam estes mitos difíceis de acreditar? 

Os mitos podem ter sido baseados em acontecimentos ocorridos em tempos imemoriais. Têm também uma função de contrariar o esquecimento desses acontecimentos longínquos, fazendo que perdurem na memória das sociedades humanas. Acabam por ser mantidos e reproduzidos sob a forma de metáforas ao longo das gerações. Mas não é muito importante saber se são reais ou imaginários; importa mais a sua função e objetivo para as diversas culturas humanas.

Artigo anterior

Workshop de food styling para redes sociais no Evolution Lisboa

Próximo artigo

Bater nos filhos. Sim ou não?